Luiz Fara Monteiro Jato intercontinental tem porta arrancada na Cidade do Cabo

Jato intercontinental tem porta arrancada na Cidade do Cabo

Avião ainda estava preso à passarela de desembarque quando foi rebocado. Voo para Londres foi cancelado. Ninguém se feriu

Boeing 777-200ER da British: porta arrancada na Cidade do Cabo

Boeing 777-200ER da British: porta arrancada na Cidade do Cabo

Reprodução Redes Sociais

Quarta-feira, 26 de janeiro de 2022.

O voo BA43 chegou à Cidade do Cabo, na África do Sul, com uma hora e 17 minutos de atraso, às 9h17.

Nada que atrapalhasse o trecho de volta, que só iria sair à noite.

A aeronave utilizada foi o Boeing 777-200ER, de registro G-YMMH, da British Airways.

A decolagem da Cidade do Cabo para o aeroporto de Heathrow, em Londres, estava marcada para as 21h03.

Mas o voo de volta, o BA42, foi cancelado.

BA43: Cidade do Cabo a Londres

BA43: Cidade do Cabo a Londres

RadarBox.com

Com 12 anos de uso, a aeronave sofreu um incidente um tanto quanto bizarro quando ainda estava na ponte de desembarque.

Assim que passageiros e tripulantes deixaram o jato, um trator fez o push back – quando o avião é empurrado para trás – para ser colocado em uma posição remota, até o anoitecer.

O detalhe é que a aeronave ainda estava presa na estação de desembarque.

E o inacreditável aconteceu: a porta do enorme jato intercontinental foi arrancada no incidente.

Ao que tudo indica, os técnicos simplesmente esqueceram que a porta ainda estava presa à passarela.

A pataquada causou alguns transtornos em outros voos no Aeroporto Internacional da Cidade do Cabo.

A British Airways precisou realocar vários passageiros para outros voos.

A maioria dos viajantes pegou o próximo avião da BA, outros foram encaminhados a diferentes companhias aéreas. Isso forçou atrasos em alguns voos internacionais.

O mais importante é que ninguém ficou ferido.

Uma investigação sobre o que exatamente causou essa falha de comunicação está em andamento. 

De acordo com informações da plataforma RadarBox.com, o Boeing 777-200ER da British Airways voou 388,9 horas no último mês de dezembro.

É uma aeronave bastante urilizada pela companhia britânica. 

Mas certamente a média mensal voada cairá consideravelmente após essa parada obrigatória na belíssima Cidade do Cabo.

Dados do Boeing 777-200ER da British Airways

Dados do Boeing 777-200ER da British Airways

RadarBox.com

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas