Luiz Fara Monteiro LATAM terá quase 450 voos extras do Brasil para Chile e Argentina

LATAM terá quase 450 voos extras do Brasil para Chile e Argentina

Rotas extras entrarão em vigo durante a alta temporada, entre 1º de dezembro de 2022 e 31 de janeiro de 2023

LATAM: voos extras do Brasil para o Chile e Argentina

LATAM: voos extras do Brasil para o Chile e Argentina

LATAM - Divulgação

A LATAM programou quase 450 voos extras do Brasil para o Chile e a Argentina durante a próxima alta temporada de verão, entre 1º de dezembro de 2022 e 31 de janeiro de 2023.

O incremento com relação à operação dos meses de outubro e novembro de 2022 reforça a conectividade do Brasil com ambos os países, em voos diretos não somente a partir do aeroporto de Guarulhos (São Paulo), principal hub (centro de conexões) da LATAM, mas também a partir dos aeroportos do Galeão, Curitiba e Florianópolis. A LATAM ampliará a conectividade para Buenos Aires (aeroportos de Ezeiza e Aeroparque) em voos a partir de Guarulhos (49 voos extras) e Galeão (84 voos extras). Para Santiago serão mais de 310 voos extras a partir de Curitiba, Florianópolis, Galeão e Guarulhos.

Neste mês de novembro, a LATAM deve recuperar até 80% da sua capacidade internacional (medida em ASK*) no Brasil na comparação com o mesmo mês de 2019 (período anterior à pandemia de Covid-19). É isso o que aponta a projeção da companhia, que permanece como a maior operadora de viagens internacionais da América do Sul.

Mais eficiente após a saída do seu processo de Capítulo 11, a LATAM tem crescido e liderado o setor aéreo brasileiro há um ano e meio. Nesse período, reforçou ainda mais seus investimentos no Brasil, alcançando o maior número de destinos domésticos da sua história no Brasil (são 54 destinos atualmente contra 44 antes da pandemia) e se manteve como a empresa que mais voa do País para o exterior (são 21 destinos internacionais já retomados em voos diretos).

LATAM Airlines Group é o principal grupo de companhias aéreas da América Latina, com presença em cinco mercados domésticos da região: Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru, além de operações internacionais na América Latina e para a Europa, Oceania, Estados Unidos e Caribe.

O Grupo possui uma frota de aeronaves Boeing 767, 777, 787, Airbus A321, A320, A320neo e A319.

LATAM Cargo Chile, LATAM Cargo Colômbia e LATAM Cargo Brasil são as afiliadas de carga do grupo LATAM, que além de terem acesso aos porões de aeronaves de passageiros do grupo, contam com uma frota conjunta de 16 aeronaves cargueiras, que será ampliada gradualmente até totalizar 20 aeronaves cargueiras em 2024.

Operam na malha aérea do grupo LATAM, bem como em rotas internacionais exclusivas para o transporte de cargas;

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas