Luiz Fara Monteiro Líder Aviação completa 64 anos de história em novembro

Líder Aviação completa 64 anos de história em novembro

2022 foi um ano de conquistas e de crescimento, em que a companhia conseguiu superar números pré-pandemia

Cessa 170

Cessa 170

Líder Aviação - Divulgação

“Estamos fechando o ano de 2022 em ritmo acelerado! Somos uma empresa de 64 anos, mas temos inovação e energia de sobra”, diz Junia Hermont, Chief Operating Officer da Líder Aviação. “Foram tantos marcos e conquistas neste ano, entre eles a expansão de nossa unidade de operação de helicópteros para indústria de óleo e gás; certificação IS-BAH para atendimento aeroportuário; além da volta da Labace, principal evento de aviação executiva da América Latina, que fez uma pausa forçada por dois anos por conta pandemia”, enumera Junia.

Entre os principais motivos de celebração, está a expansão da unidade de negócios de operação de helicópteros, que presta serviços de transporte aéreo para o segmento de óleo e gás: somente em 2022, a Líder teve um aumento de 50% no número de contratos. A área recebeu investimentos de US$ 10 milhões neste ano e terá sua frota de aeronaves ampliada em cerca de 30% para atender, entre outras, a nova base e o novo hangar em operação no estado do Rio de Janeiro.

Na área de vendas, um aquecimento histórico: “no mercado mundial, houve um aumento de 150% nas transações de compra e venda tanto de aeronaves novas como de seminovas em relação ao período pré-pandemia”, diz Anderson Markiewicz, diretor de Vendas de Aeronaves da Líder Aviação. A retomada da Labace, realizada em agosto, no aeroporto de Congonhas (SP), foi muito importante neste sentido, pois é o principal evento no Brasil que une representantes de aeronaves e seus clientes e parceiros. De julho 2021 a junho 2022, a Líder registrou 20 aeronaves vendidas – fator que contribuiu para o aumento de 26% no faturamento da companhia, se compararmos janeiro a abril de 2022 com o mesmo período do ano anterior. E, desde outubro, a companhia passou a vender o novo modelo do HondaJet, o Elite II (veja aqui), lançado em outubro nos EUA. Vale lembrar que a Líder é representante exclusiva no Brasil da Honda Aircraft, fabricante do HondaJet.

Inauguração da Sede da Líder em 1978

Inauguração da Sede da Líder em 1978

Líder Aviação - Divulgação

Outro destaque do ano foi a unidade de manutenção executiva, que segundo Bruna Assumpção, Diretora Superintendente da Líder Aviação, “tem expectativa de crescimento em 2022, em relação ao período pré-pandemia (2019), alcançando uma demanda 23% maior em manutenção programada e 12% mais alta em manutenção não programada”.  

Já os eventos como Rock in Rio e Grande Prêmio de Fórmula 1, contribuíram para os números positivos da companhia alcançados pelas unidades de Fretamento e Gerenciamento de Aeronaves, além de Atendimento Aeroportuário. Aliás, a Líder conquistou recentemente a IS-BAH (The International Standard For Business Aircraft Handling) – certificação internacional máxima de qualidade, segurança e padronização de operações em Atendimento Aeroportuário, concedida pelo Internacional Business Aviation Council (IBAC), para empresas de aviação executiva. “Essa certificação comprova o comprometimento da Líder com a segurança e a excelência das suas operações, sempre oferecendo o melhor aos seus clientes”, diz Cynthia Oliveira, Diretora de Atendimento Aeroportuário da Líder Aviação. “Essa é uma conquista muito importante e reforça o quanto as nossas atividades, sejam no ar ou em solo, estão sempre pautadas pelas melhores práticas mundiais”, complementa Cynthia.

Vale lembrar também a presença da Líder no Ranking Valor 100 (categoria Transportes e Logística), elaborado pelo Valor Econômico, em parceria com a Serasa Experian e o Centro de Estudos em Finanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGVCef/ EAESP/FGV SP). O ranking existe há 22 anos e avalia diferentes aspectos dos negócios (receitas, despesas, margens, dívidas) para definir o ranking final das mil maiores empresas do País.

“Somos incansáveis e já estamos de olho em 2023”, destaca Junia. “Inclusive, estamos finalizando a seleção dos candidatos do nosso programa trainee, que terão a oportunidade de integrar projetos e vivenciar a rotina das 5 unidades de negócios da Empresa: Manutenção de Aeronaves; Atendimento Aeroportuário; Fretamento e Gerenciamento de Aeronaves; Vendas e Aquisições de Aeronaves e Operação de Helicópteros para indústria de óleo e gás”, explica. “Estamos prontos pra decolar rumo à 2023”, finaliza a COO.

A Líder Aviação é a maior empresa de aviação executiva da América Latina. Fundada há 64 anos, conta com mais de 1.300 colaboradores e uma frota de mais de 50 aeronaves, atuando em cinco unidades de negócio: fretamento de aeronaves; serviços aeroportuários; vendas e aquisições de aeronaves; serviços de manutenção; operações de helicópteros para a indústria de óleo e gás. Com presença em 19 bases operacionais nos principais aeroportos brasileiros, conta com uma equipe bilíngue atuando em escala 24/7 e treinada constantemente para prestar todos os serviços com segurança, agilidade e qualidade. A Líder também oferece serviços de corretagem de seguro aeronáutico, treinamentos em simulador de voo e reparos em pás de helicópteros.

Líder: 64 anos

Líder: 64 anos

Líder Aviação - Divulgação

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas