Luiz Fara Monteiro Metas de redução de emissões de CO2 da KLM para 2030 são aprovadas pela SBTi 

Metas de redução de emissões de CO2 da KLM para 2030 são aprovadas pela SBTi 

Ao lado de Air France-KLM e Air France, o Grupo KLM se compromete a reduzir suas emissões de CO2 em 30% por tonelada de receita por quilômetro até 2030 em comparação a 2019 

KLM: metas de redução de emissões de CO2 aprovadas

KLM: metas de redução de emissões de CO2 aprovadas

KLM - Divulgação

A KLM está empenhada em reduzir seu impacto ambiental como parte de uma política de sustentabilidade transparente e responsável. Uma parte importante disto está relacionada ao compromisso de reduzir as emissões de escopo 1 e escopo 3 em 30% por tonelada de receita quilômetro (RTK) até 2030, em comparação com 2019. Juntamente com a Air France-KLM e a Air France, esta meta foi apresentada e recentemente aprovada pela Equipe de Validação de Metas da SBTi -- Science Based Targets initiative. A SBTi determinou que a meta está em conformidade com a trajetória bem abaixo de 2°C estabelecida para a indústria aérea, conforme determinado pelo Acordo de Paris assinado em 2015.

“O Grupo Air France-KLM projetou uma abordagem coerente desenvolvida dentro da estratégia DestinationSustainability do Grupo com a ambição de reduzir as emissões em CO2 com base em três pilares principais. A aprovação pela SBTi é um elemento chave para que o Grupo garanta que a estratégia de descarbonização da Air France-KLM seja coerente com os objetivos científicos”, destaca Ben Smith, CEO do Grupo Air France-KLM.

“Juntamente com a Air France-KLM e a Air France, a KLM tem fortes ambições quando se trata de tornar a aviação mais sustentável e equilibrar o desenvolvimento de nossa rede com o meio ambiente. Isto requer decisões importantes e fundamentais em relação à nossa frota, operações e nosso uso de combustível. As metas baseadas na ciência e a trajetória de redução de CO2 associada nos dão clareza e, ao mesmo tempo, implicam em grandes desafios. Para torná-las viáveis e possíveis, trabalhamos lado a lado com nossos parceiros do setor para encontrar soluções técnicas e inovações que viabilizem a transição energética na aviação”, diz Marjan Rintel, CEO da KLM.

A KLM está comprometida em reduzir o máximo possível o impacto ambiental de suas atividades. Os três seguintes pilares são importantes para esta abordagem:

Um plano de modernização e renovação das frotas da Air France e da KLM com aeronaves de última geração, emitindo de 20% a 25% menos CO2 em comparação com suas antecessoras. Com o objetivo de ter 64% de aeronaves de nova geração na frota até 2028, a Air France-KLM investe atualmente mais de 2 bilhões de euros anuais na aquisição dos aviões Airbus A220, Airbus A320 e A321neo, Airbus A350, Boeing 787 e Embraer 195 E2, que estão entre as aeronaves mais eficientes em suas respectivas categorias.

O uso de combustível sustentável de aviação (SAF). Este combustível não fóssil pode ser produzido a partir de resíduos industriais ou domésticos, o que contribui para uma economia mais circular, e a origem do SAF utilizado pela Air France-KLM não compete com a cadeia alimentar para produção de comida para pessoas e/ou animais. Dois acordos de compra foram assinados em novembro de 2022 para garantir 3% dos 10% do nosso objetivo de SAF até 2030.

A melhoria da eficiência operacional, favorecendo rotas mais diretas e introduzindo procedimentos que reduzem o consumo de combustível (como taxiamento com apenas um motor e descida contínua).

Além disso, a KLM coopera com uma grande variedade de parceiros do setor. Estamos empenhados em desenvolver soluções inovadoras para o desenvolvimento e manutenção de aeronaves, motores e combustíveis sintéticos. Além da meta que agora ganhou validação da SBTi, a KLM também está comprometida em alcançar outros objetivos destinados a reduzir nosso impacto ambiental.

SBTi -- uma abordagem científica em conformidade com o Acordo de Paris 

A Science BasedTargetsinitiative (SBTi) é um órgão global que permite às empresas estabelecer metas ambiciosas de redução de emissões em consonância com a ciência climática mais recente. A iniciativa é uma parceria entre o CarbonDisclosure Project (CDP), o Pacto Global das Nações Unidas, o World ResourcesInstitute (WRI) e o World WideFund for Nature (WWF). A SBTi avalia e valida independentemente as metas de emissões de CO2 das empresas, com base em abordagens e critérios científicos.

Sobre a KLM Royal Dutch Airlines

Por mais de um século, a KLM tem sido pioneira no setor de aviação civil. A KLM é a companhia aérea mais antiga ainda operando com seu nome original e tem como objetivo ser a companhia aérea europeia líder em foco no cliente, eficiência e sustentabilidade. A malha aérea da KLM conecta a Holanda com todas as principais regiões econômicas do mundo e é um poderoso motor que impulsiona a economia holandesa. A KLM também é membro da aliança global SkyTeam, que tem 19 companhias aéreas associadas.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas