Luiz Fara Monteiro Onda de violência faz companhias cancelarem voos para o Cazaquistão 

Onda de violência faz companhias cancelarem voos para o Cazaquistão 

Lufthansa, Fly Dubai e Jazeera Airways suspenderam voos temporariamente. Aeroporto de Almaty foi supostamente invadido por manifestantes antigovernamentais

Aéreas cancelam voos para o Cazaquistão

Aéreas cancelam voos para o Cazaquistão

Wikimedia Commons

Não demorou muito para que início dos protestos violentos na ex-república soviética do Cazaquistão, no último fim de semana, refletisse na aviação comercial.

A companhia aérea alemã Lufthansa informou na quinta-feira(6) que não ofereceria mais voos regulares para Almaty, a maior cidade do Cazaquistão, já que o país da Ásia Central enfrenta sua pior agitação em mais de uma década.

Tudo começou com manifestações contra o aumento no preço do gás liquefeito de petróleo (GLP), no ultimo domingo, na cidade de Zhanaozen, e que depois se alastrou por outras regiões.

“Devido a novos desenvolvimentos, a Lufthansa decidiu não oferecer mais voos regulares para Almaty até novo aviso”, disse um porta-voz da Lufthansa à Reuters.

O aeroporto de Almaty foi supostamente invadido por manifestantes antigovernamentais na quarta-feira, forçando o cancelamento de voos, antes de ser retomado pelas forças de segurança do governo. 

O presidente do Cazaquistão, Kassym-Jomart Tokayev, chegou a dizer que estava autorizando as agências de segurança pública a abrir fogo "sem aviso" para encerrar os tumultos no país.

As transportadoras do Oriente Médio flydubai e Air Arabia cancelaram os serviços para a maior cidade do Cazaquistão, Almaty, na quinta-feira (6), enquanto o país enfrenta o momento delicado.

Um porta-voz da flydubai disse que a companhia aérea cancelou seus dois voos de retorno Dubai-Almaty programados para quinta-feira devido à "situação no solo".

Um vôo flydubai de retorno de Dubai para a capital Nursultan deveria operar.

Os voos da Flydubai entre Dubai e Almaty foram cancelados até 8 de janeiro, mas os voos para Nur-Sultan estão operando, de acordo com um comunicado do porta-voz.

O site da Air Arabia mostrou que os voos de retorno Sharjah-Almaty programados para quinta-feira (6) foram cancelados.

Não houve nenhum comentário imediato da companhia aérea dos Emirados.

O aeroporto de Almaty foi invadido por manifestantes antigovernamentais na quarta-feira (5), forçando o cancelamento de voos, antes de ser retomado pelas forças de segurança do governo.

A transportadora de baixo custo do Kuwait Jazeera Airways suspendeu na quarta-feira os serviços para Almaty. 

O governo do Cazaquistão declarou estado de emergência em todo o país em resposta aos protestos antigovernamentais.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas