Guto Ferreira Sim,  Joe Biden é mais conservador que Donald Trump

Sim,  Joe Biden é mais conservador que Donald Trump

No debate americano, é comum, pela eleição estar reduzida a dois grandes partidos, as pessoas se identificarem mais com o partido do que com o candidato. E isso nem sempre representa a verdade sobre quem é quem

  • Guto Ferreira | Do R7

Fotos REUTERS/Montagem R7

Vamos lá. Direto ao ponto. A eleição americana colocará frente a frente, como sempre, os partidos Democrata e Republicano. O primeiro, de linhas programáticas mais progressistas e o segundo de linhas mais conservadoras. Porém, este ano, um fenômeno tem despertado a atenção dos analistas. Do ponto de vista conceitual do conservadorismo clássico, Joe Biden é muito mais conservador que Donald Trump. E agora?

Bom, vou resumir bem as história dos dois e fica para a curiosidade do leitor buscar mais informações sobre os candidatos (a eleição americana é interessantíssima). Dentro dos conceitos pregados pelo conservadorismo, como o respeito à família, à secularidade das instituições do passado, como as instituições religiosas e até mesmo os valores cristãos que formaram a sociedade ocidental, Joe Biden dá um banho em Trump. Na sua vida, teve uma tragédia familiar que lhe tirou esposa e filha na época do Natal, por conta de um acidente automotivo. Talvez por isso, a defesa que Biden faz da família é muito enfática. Após a tragédia familiar, foi pai solteiro por 5 anos, para só então reconstruir sua vida com outra pessoa. Biden não tem casos de corrupção no currículo, é cristão e como a maioria esmagadora dos americanos, tem um senso patriótico muito aguçado. No começo de sua carreira política inclusive, mesmo como democrata, chegou a apoiare em uma eleição no final da década de 60 um candidato a governador do estado de Dellaware que era do partido oposto, um Republicano. Por fim, é conhecido pela prudência em suas atitudes.

E Donald Trump? Bom, apesar de estar no partido Republicano, Trump tem uma vida mais questionável, sobretudo do ponto de vista moral e ético. É acusado de sonegação de impostos, corrupção e racismo (apoiando incusive, em discursos, atos da Ku Klux Klan) Também esteve envolvido ou próximo de diversos casos de escândalo sexual, seja pela eleição da Miss Universo (quando sua empresa era dona do evento), seja pela proximidade com um famoso crimonoso sexual, Jeffrey Epstein. Como traço de personalidade tem o temperamento muito mais agressivo e costuma tomar medidas sem pensar. Além disso tem uma vida familiar, no mínimo, questionável.

Por mais que esteja como presidente dos EUA e seja o candidato oficial do partido Republicano (que representa a maior parte dos conceitos conservadores nos EUA) à reeleição, ao meu ver, é impossível um conservador que compreende minimamente as principais defesas de Trump e sua vida, apoiá-lo. Mas Guto, e as defesas que Biden faz das questões progressistas? Bom, aí é o meu ponto de vista ok? Prefiro lidar com um bom debate com um progressista moderado como Biden, do que apoiar a imoralidade de um candidato como Trump. 

Vamos ver o que a sociedade americana escolherá.

Últimas