Novo Coronavírus

O que é que eu faço Sophia Aderi ao saque emergencial; se for demitido, fico sem a grana do FGTS?

Aderi ao saque emergencial; se for demitido, fico sem a grana do FGTS?

Leitora recebeu o valor de R$ 1.045 em 2020 e quer saber se corre o risco de não ter acesso ao saldo do fundo em caso de demissão

Saque emergencial é diferente de saque-aniversário

Saque emergencial é diferente de saque-aniversário

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 13.09.2019

Sophia, eu peguei aquela parcela do Fundo de Garantia que foi liberada no ano passado no valor de R$ 1.045. Se eu for mandada embora, perco do direito a sacar o FGTS?

Pergunta da internauta Eliana Fátima

Resposta: O saque emergencial não interfere na possibilidade de ter direito ao saque em caso de demissão. O que interfere nesse direito é a adesão ao saque-aniversário ou a permanência no saque-rescisão.

O saque emergencial, cujo valor liberado foi de até R$1.045,00 para todos os trabalhadores, limitado ao saldo das contas, esteve disponível até o dia 31 de dezembro de 2020 e não interfere na possibilidade de resgatar o saldo do Fundo de Garantia em caso de demissão sem justa causa.

Você só não poderá acessar o saldo do Fundo de Garantia se fez a adesão ao saque-aniversário.  O trabalhador que opta por essa modalidade recebe anualmente um percentual do saldo da conta, de acordo com o montante que tiver depositado, porém perde o direito a receber a totalidade do fundo em caso de demissão sem justa causa.

Em resumo:

Se pegou o dinheiro do saque emergencial, mas se manteve na modalidade saque-rescisão, continua tendo direito ao saque em caso de demissão sem justa causa.

Se pegou o dinheiro do saque emergencial, mas também aderiu à modalidade saque-aniversário, perde o direito de receber o Fundo de Garantia em caso de demissão e, nesse caso, terá direito apenas à multa de 40%.

__________________________

Tem alguma dúvida sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso? Envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Últimas