Novo Coronavírus

O que é que eu faço Sophia Ainda é possível sacar o FGTS emergencial de R$ 1.045; saiba como

Ainda é possível sacar o FGTS emergencial de R$ 1.045; saiba como

Trabalhadores devem solicitar saque pelo aplicativo FGTS entre os dias 7 e 31 de dezembro; a partir de 2021 dinheiro não estará mais disponível

Dinheiro voltou para as contas do Fundo na segunda (30)

Dinheiro voltou para as contas do Fundo na segunda (30)

Luis Lima Jr/ Fotoarena/ Estadão Conteúdo - 06.10.2020

O trabalhador que não aderiu ao saque emergencial de até R$ 1.045 do FGTS até o dia 30 de novembro e teve os valores devolvidos para a conta do Fundo de Garantia ainda pode sacar o dinheiro que o governo liberou por conta da pandemia de coronavírus, mas deve se apressar, pois o prazo acaba definitivamente em 31 de dezembro.

A partir de 1º de janeiro de 2021, o dinheiro volta para a conta do FGTS e só será liberado com as condições normais de saque, como aposentadoria, demissão sem justa causa (caso não tenha optado pelo saque-aniversário) e compra da casa própria, por exemplo.

Quem solicitou o desfazimento do crédito continua sem acesso ao saque emergencial, porque esta é uma opção irreversível.

Prazo para pedir o saque

undefined

Por determinação do artigo 1º, parágrafo 1º da Lei 14.075/2020, o dinheiro que não foi sacado até o dia 30 de novembro retornou à conta vinculada do FGTS do trabalhador devidamente corrigido. Com isso, de acordo com a Caixa Econômica Federal, voltaram para as contas do fundo cerca de R$ 7,9 bilhões.

Como o processamento do retorno dos valores pode levar até sete dias corridos, segundo a Caixa, os trabalhadores que ainda quiserem usar o dinheiro devem solicitar o saque pelo aplicativo FGTS entre os dias 7 e 31 de dezembro.

Nesses casos, o saldo será transferido novamente para a conta digital aberta pela Caixa e ficará disponível para movimentação pelo aplicativo Caixa Tem.

O dinheiro poderá ser utilizado em transações eletrônicas, saque em espécie ou transferência, sem custo, para outras contas.

O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas as contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

A Caixa informa que foram disponibilizados R$ 37,8 bilhões para mais de 60 milhões de trabalhadores.

Como receber

Para receber o Saque Emergencial FGTS, é preciso estar com os dados cadastrais atualizados. Os trabalhadores que ainda não receberam devem acessar o aplicativo FGTS, complementar os dados cadastrais e solicitar o saque dos valores, que serão creditados na Conta Poupança Social Digital. O valor e a data do crédito serão informados em seguida.

Os canais de atendimento para informações do saque emergencial são os seguintes:

Site do FGTS/Caixa (www.fgts.caixa.gov.br)

Disque 111, opção 2

App FGTS

• Internet Banking Caixa

Como consultar o saldo das contas

É possível consultar o saldo das contas do FGTS por extrato recebido em casa, pelo site, por aplicativo e pessoalmente nas agências da Caixa.

É preciso saber o número do PIS/Pasep ou o NIT (Número de Identificação do Trabalhador).

Onde localizar o número do PIS/Pasep/NIT:

O número do seu NIS/PIS pode ser encontrado:
• no Cartão do Cidadão;
• nas anotações gerais da sua Carteira de Trabalho antiga;
• na página de identificação da nova Carteira de trabalho;
• no extrato do seu FGTS impresso.

Para consultar o saldo pelo site da Caixa faça assim:
• Acesse www.caixa.gov.br/extrato-fgts.

• Informe o número do seu NIS e clique em “cadastrar senha”.

• Leia o regulamento e clique em “aceito”.

• Preencha todos os campos com os seus dados pessoais. Aqui, você vai precisar do número do seu Titulo de Eleitor.

• Crie uma senha com até 8 dígitos e confirme.

• Você receberá uma notificação de cadastro realizado.

• Para acessar, preencha os campos e aperte em OK.

Para consultar o saldo da conta pelo aplicativo do FGTS faça assim:

É preciso informar o número do PIS, Pasep ou NIT e ter uma senha cadastrada.

• Na tela inicial, clique em Primeiro Acesso

• Leia o contrato e aperte em “Aceitar”

• Informe o número do seu NIS e aperte em “Continuar”

• Preencha o formulário e aperte em “Próximo”

• Crie uma senha e aperte em “Cadastrar”

__________________________

Tem alguma dúvida sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso? Envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com

Últimas