O que é que eu faço Sophia Compra à vista ou parcelada? Como não se endividar na Black Friday

Compra à vista ou parcelada? Como não se endividar na Black Friday

Educadores financeiros mostram quais os pontos a levar em consideração antes de se decidir por desembolsar o dinheiro

Quando comprar no cartão, vá somando as parcelas

Quando comprar no cartão, vá somando as parcelas

Pixabay

A Black Friday ocorre nesta sexta-feira (26) e muita gente deve sair às compras. Pesquisa mostra que 87% dos brasileiros têm intenção de fazer compras nesta edição.

Para quem se programou, a ocasião pode ser uma boa oportunidade de comprar mais barato, mas, para isso, é preciso ter certeza de estar fazendo um bom negócio.

Para certificar-se disso, alguns cuidados são indispensáveis, como comprar aquilo que realmente é necessário e ter feito pesquisas para comparar se o preço está mais baixo de verdade. Afinal, gastar dinheiro para comprar o que não é preciso não é economia.

Se você decidir que é realmente a hora de gastar, outro ponto a levar em conta é se vale mais a pena comprar à vista ou em parcelas.

A resposta pode parecer óbvia: comprar à vista, já que dessa maneira o consumidor se livra da dívida e não paga juros.

Mas é preciso considerar outros pontos, como explica a educadora financeira Bruna Allemann, da empresa de negociação de dívidas Acordo Certo.

Quando comprar à vista?

A preferência é que todos os produtos sejam comprados à vista, porque dessa maneira já é possível livrar-se de dívidas. Mas, antes de comprar tudo à vista, observe:

• se o preço do produto corresponde ao dinheiro que você tem;
• se você não precisa tirar dinheiro da reserva de emergência para fazer o pagamento;
• se não precisa tirar dinheiro dos investimentos.

Só compre à vista caso tenha um dinheiro que, literalmente, esteja sobrando e que você juntou para pagar os itens adquiridos

Bruna Allemann, educadora financeira da empresa Acordo Certo

Pixabay

Quando comprar no parcelado?

undefined


Comprar no parcelado só vale a pena quando o produto ou serviço tem um alto valor agregado e há necessidade de aquisição naquele momento, diz a educadora.

Isso vale para eletrodomésticos, eletroeletrônicos e itens para trabalho de alto valor cuja oportunidade de comprar agora é uma boa porque o preço deles realmente diminuiu.

"Nesse caso, vale pagar em parcelas. Contudo, não deixe de somar o valor total da sua atual fatura de cartão, já que, de prestação em prestação, [a dívida] vira uma bola de neve", acrescenta a educadora financeira.

9 dicas para decidir se vale comprar à vista ou em parcelas

O presidente da escola de educação financeira Dsop, Reinaldo Domingos, também elenca pontos nos quais o consumidor deve pensar antes de se decidir pela compra à vista ou parcelada:

1) Primeiro, poupe o valor necessário;

2) Verifique se à vista tem desconto;

3) Analise se o produto ou serviço que utilizará terá durabilidade maior que um mês;

4) Pare, pense e reflita se você tem outros recursos além do montante que pagará à vista e se ficará com saldo em caixa;

5) Mesmo que tenha dinheiro, parcele o máximo de vezes possível se não tiver nenhum desconto;

6) Ainda que tenha dinheiro, parcele o máximo de vezes, mesmo com desconto, se não tiver nenhum outro valor em caixa, na mão. Isso ajudará, em caso de fatores não previstos, a não recorrer a empréstimo com juros mais altos que o próprio benefício do desconto;

7) Caso tenha parcelado, invista o dinheiro para que haja potencialização dos seus recursos, utilize o valor para pagar mensalmente e, ao fim da dívida, terá ainda um recurso dos juros a seu favor;

8) Pague à vista se há desconto e se você tem outros recursos financeiros poupados;

9) Pague à vista se você utilizará o item em tempo curto e se precisará fazer essa aquisição novamente com novos pagamentos (como compras de supermercado).

__________________________

Tem alguma dúvida sobre economia, dinheiro, direitos e tudo o mais que mexe com o seu bolso? Envie suas perguntas para a coluna “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Últimas