Coronavírus

O que é que eu faço Sophia Governo está cobrando dinheiro de auxílio que não recebi, e agora?

Governo está cobrando dinheiro de auxílio que não recebi, e agora?

Internauta recebeu R$ 1.800, mas na declaração do IR manda devolver R$ 2.400; veja orientação do Ministério da Cidadania

É possível denunciar suspeita de fraude

É possível denunciar suspeita de fraude

Reprodução

Recebi 3 parcelas de R$ 600 do auxílio emergencial, mas no Imposto de Renda apareceu que tenho de devolver R$ 2.400, uma parcela a mais do que efetivamente recebi. O que eu faço agora?

Pergunta da internauta Therezinha

Resposta: O Ministério da Cidadania orienta que quem recebeu o Auxílio Emergencial mas não reconhece todo o valor indicado no informe de rendimentos deve verificar novamente a conta de depósito dos valores para ver se não caiu mesmo o dinheiro.

Leia também: Auxílio emergencial: quem precisa devolver o dinheiro e como fazer?

Também deve verificar se os valores que acredita não ter recebido já não estão registrados como devoluções no informe de rendimentos ou relatório disponível no site https://gov.br/auxilio.

Se mesmo assim o problema persistir, é possível fazer uma reclamação no site do Ministério da Cidadania, no link https://falabr.cgu.gov.br/publico/Manifestacao/SelecionarTipoManifestacao.aspx?ReturnUrl=%2f, ou entrar em contato pelo telefone 121.

Também pode ter sido fraude

Quem recebeu o auxílio emergencial, mas não recebeu os valores indicados no informe de rendimentos, também pode ter sido vítima de alguma fraude com o uso indevido do CPF.

Nesse caso, o ministério orienta que o contribuinte faça uma denúncia para que a possível fraude seja apurada.

Como denunciar a fraude?

Acesse o site https://gov.br/auxilio e clique no serviço “SOLICITAR VERIFICAÇÃO DOS VALORES RECEBIDOS DO AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA EFEITOS DE DECLARAÇÃO DE AJUSTE ANUAL DE IMPOSTO DE RENDA” para preencher formulário específico e apresentar a denúncia.

______________________________________

Tem alguma dúvida sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso? Envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Últimas