Minha aposentadoria
O que é que eu faço Sophia Pensão por morte do INSS pode ser paga só por 4 meses. Saiba como

Pensão por morte do INSS pode ser paga só por 4 meses. Saiba como

Duração do pagamento da pensão por morte do INSS varia de acordo com idade e tipo de beneficiário, explica advogada


Tempo de contribuição do segurado influencia no benefício

Tempo de contribuição do segurado influencia no benefício

Thinkstock

Pergunta da internauta Josélia

Meu marido morreu e só recebi quatro meses de pensão do INSS. Está certo isso?

Resposta: Depende.

A duração do recebimento da pensão por morte varia conforme a idade e o tipo do beneficiário, explica a advogada especializada em Direito Previdenciário Marta Gueller.

No caso do cônjuge, companheiro, ou cônjuge divorciado ou separado que recebe pensão alimentícia, as regras são as seguintes:

Só recebe a pensão por quatro meses se a morte ocorrer sem que o segurado tenha realizado 18 contribuições mensais ao INSS ou se o casamento ou união estável teve início há menos de dois anos do falecimento do segurado.

Se este não for o caso, a duração da pensão é variável de acordo com a idade (dados da Previdência Social):

Menos de 21 anos: duração máxima do benefício de 3 anos

Entre 21 e 26 anos: duração máxima do benefício de 6 anos

Entre 27 e 29 anos: duração máxima do benefício de 10 anos

Entre 30 e 40 anos: duração máxima do benefício de 15 anos

Entre 41 e 43 anos: duração máxima do benefício de 20 anos

Acima de 44 anos: vitalício

Se ainda tiver mais dúvidas sobre economia, dinheiro, direitos e tudo mais que mexe com o seu bolso, envie suas perguntas para “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com

Curta no Facebook