O que é que eu faço Sophia Quem tem direito ao Bolsa Família e como conseguir o benefício?

Quem tem direito ao Bolsa Família e como conseguir o benefício?

Leitora quer saber por que teve sua participação no programa Bolsa Família recusada e pergunta o que deve fazer para receber esse auxílio

Renda precisa ser de até R$ 178 mensais por pessoa

Renda precisa ser de até R$ 178 mensais por pessoa

LIDIANNE ANDRADE/MYPHOTO PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A leitora Márcia J.S.F.. escreveu para a coluna questionando qual o motivo de ter sua participação no programa Bolsa Família recusada e quer saber o que deve fazer para receber o auxílio.

Fui cadastrada no Bolsa Família e recebi a notícia de que não me enquadrava. Sou a única renda da casa, tenho uma filha de 8 anos, meu salário é de R$ 1.200,00, tenho problemas de saúde mas mesmo assim preciso trabalhar, moro de aluguel, por qual motivo não me enquadro, pois vejo e conheço pessoas que não precisam e recebem? Poderia me dizer o devo fazer para receber esse auxílio?

Pergunta da internauta Márcia

Resposta:

Fazer o cadastro para participar do programa Bolsa Família não é garantia de obter o benefício, pois é preciso que a família se enquadre em critérios de pobreza e extrema pobreza e também em critérios como faixa etária dos membros da família.

Quais são os critérios?

Família em extrema pobreza é aquela que tem renda por pessoa de até R$ 89 mensais.

Família pobre é aquela com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais. Mas, nesse caso, para ser aprovada no programa Bolsa Família, este tipo de família precisa ter crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos entre seus membros.

Como se cadastrar?

É preciso se inscrever no Cadastro Único e aguardar a análise do sistema do governo.

Para se inscrever no Cadastro Único, é preciso procurar a prefeitura de sua cidade.  No Estado de São Paulo, o Cadastro Único é feito por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social). Os endereços desses centros em todos os municípios do Estado de São Paulo estão neste link.

A entrada no programa não é automática porque o governo federal concede o benefícios a partir de um limite orçamentário.

Quem se enquadrar em uma das situações de pobreza ou extrema pobreza, pode receber o Bolsa Família mesmo que esteja trabalhando com carteira assinada, ou se tiver alguma outra renda, ou até mesmo se for estrangeiro.

Fonte: Ministério da Cidadania

___________________________________

Ainda ficou com alguma dúvida? Envie suas perguntas para a coluna “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Últimas