Minha Aposentadoria

O que é que eu faço Sophia Teto do INSS vai subir para R$ 7.087 para aposentados e pensionistas

Teto do INSS vai subir para R$ 7.087 para aposentados e pensionistas

Aumento nos benefícios do INSS é baseado na variação de 10,16% do INPC de 2021, divulgado nesta terça-feira (11) pelo IBGE

Web/Reprodução

Os aposentados, pensionistas e segurados que recebem benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) acima do salário mínimo devem ter reajuste de 10,16% este ano. No ano passado, o reajuste foi 5,45% este ano.

Leia também: INSS: veja os 10 erros que mais atrasam a concessão de benefícios

A correção corresponde à variação da inflação medida de janeiro a dezembro de 2021. O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que serve como base para este cálculo, foi divulgado nesta terça-feira (11) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Com o reajuste, o teto do INSS – valor máximo das aposentadorias pagas pela Previdência Social – deverá passar de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22. Os valores ainda devem ser publicados no Diário Oficial da União (DOU).

O aumento também vale para benefícios por incapacidade e deve ser aplicado para todos os que já estavam recebendo seus benefícios a partir de 1º de janeiro deste ano.

Para quem recebe o mínimo

O reajuste para aposentados, pensionistas e segurados que recebem o salário mínimo seguirá o valor do piso nacional que passou de R$ 1.100 no ano passado para R$ 1.212 em 2022.

O aumento no valor do salário mínimo terá reflexos não só na remuneração dos trabalhadores, mas também em benefícios como aposentadorias, pensões e outros que são pagos pelo INSS, além de seguro-desemprego, abono do PIS e Benefício da Prestação Continuada (BCP-Loas).

A contribuição do INSS, da mesma forma, passará a ser paga pelo novo valor do mínimo.

Veja o que muda nos benefícios com o novo salário mínimo em 2022

Confira calendário de pagamentos de aposentados do INSS de 2022

O pagamento dos benefícios do INSS para aqueles que recebem um salário mínimo os depósitos referentes a janeiro serão feitos entre os dias 25 de janeiro e 7 de fevereiro. Segurados com renda mensal acima do piso nacional terão seus pagamentos creditados a partir de 1º de fevereiro.

Pagamentos começam dia 25 pra quem recebe o piso

Pagamentos começam dia 25 pra quem recebe o piso

Reprodução/INSS

______________________________

Ainda ficou com alguma dúvida? Envie suas perguntas para a coluna “O que é que eu faço, Sophia?” pelo e-mail sophiacamargo@r7.com.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas