Ação de hackers é banditismo, retrocesso, diz Guedes

Ministro teve o celular invadido e comentou sobre suposta ação de hackers em vazamentos recentes de conversas privadas de membros do governo

Paulo Guedes disse que hackers são marginais

Paulo Guedes disse que hackers são marginais

Gustavo Raniere/ASCOM/Ministério da Economia - 16.07.2019

Em meio a uma crise em que diversos supostos vazamentos de conversas privadas têm gerado instabilidades no governo, o ministro da Economia, Paulo Guedes, comentou sobre a atuação dos possíveis responsáveis pelas invasões: os hackers.

— Isso é banditismo, é invasão de privacidade, é um retrocesso enorme, isso é um uso de coisas destrutivas. Nós estamos tentando reconstruir o País e tem infelizmente marginais, bandidos que ficam fazendo esse tipo de coisa.

Guedes é um das mais novas vítimas destes supostos ataques. Na tarde desta segunda-feira (22) o próprio Ministério da Economia pediu que a Polícia Federal investigasse o caso.

Nesta terça-feira, a PF prendeu quatro suspeitos pela invasão de contas do ministro Ségio Moro em aplicativos de bate-papo.