R7 Planalto AGU pede que vídeo de reunião só tenha trechos com Moro

AGU pede que vídeo de reunião só tenha trechos com Moro

Em novo pedido encaminhado a Celso de Mello, Advocacia-Geral da União pede pra entregar apenas parte da reunião citada por Moro 

  • R7 Planalto | Clébio Cavagnolle, da Record TV, Mariana Londres, de Brasília

AGU pede que vídeo de reunião citada por Moro só tenha trechos entre o ex-ministro da Justiça e Bolsonaro

AGU pede que vídeo de reunião citada por Moro só tenha trechos entre o ex-ministro da Justiça e Bolsonaro

Adriano Machado/Reuters - 18.12.2019

A AGU (Advocacia-Geral da União) encaminhou nesta quinta-feira (7) um pedido de reconsideração ao ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello para que o envio de gravação de reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril seja restrito a "a eventuais elementos que sejam objeto do presente inquérito", ou seja, às conversas entre Moro e o presidente.

A reunião ministerial foi citada pelo ex-ministro Sérgio Moro como prova de que o presidente teria o pressionado a trocar o comando da Polícia Federal, o que motivou o seu pedido de demissão.

Ontem a AGU já havia recorrido ao STF para não entregar vídeo de reunião no Palácio do Planalto citada por Sergio Moro. A alegação do novo advogado-geral da União, José Levi, é que seria complexa a exposição de assuntos tão sigilosos do governo. 

Últimas