Ambulâncias entram na embaixada da Venezuela e mulher é socorrida

Jovem de 25 anos teve náuseas e passou mal. Ela é do grupo de apoiadores de Guaidó. Socorre só foi permitido após negociação 

Ambulância entrou na embaixada venezuelana

Ambulância entrou na embaixada venezuelana

Cris Lemos/R7

Duas ambulâncias do Corpo de Bombeiros do DF entraram no início da tarde na embaixada da Venezuela em Brasília e resgataram uma mulher que passava mal. 

De acordo com a assessoria da embaixadora nomeada por Guaidó, a jovem é do grupo de apoiadores de Juan Guaidó. Ela começou a passar mal, foi pedido um resgate, mas os servidores que apoiam o regime Maduro só autorizaram a entrada do socorro após negociação. 

O Corpo de Bombeiros do DF confirma um atendimento clínico na embaixada da Venezuela: uma jovem de aproximadamente 25 anos, com dores abdominais e náuseas. Ela disse aos socorristas que não se alimentou o dia todo e está sendo levada a um hospital.