R7 Planalto ANS diz que filha do ministro Braga Netto desistiu de concorrer ao cargo

ANS diz que filha do ministro Braga Netto desistiu de concorrer ao cargo

Na segunda (20), Casa Civil havia dado aval para a agência contratar Isabela Oassé de Moraes Ancora Braga Netto para vaga com salário de R$ 13 mil

  • R7 Planalto | Thiago Nolasco, da Record TV, com Plínio Aguiar, do R7

ANS diz que filha do ministro Braga Netto (foto) desistiu de concorrer ao cargo

ANS diz que filha do ministro Braga Netto (foto) desistiu de concorrer ao cargo

Fernando Frazão/Agência Brasil - 03.07.2018

O diretor de desenvolvimento setorial da ANS (Agência Nacional de Saúde), Rodrigo Rodrigues de Aguiar, afirmou nesta quarta-feira (22) que Isabela Oassé de Moraes Ancora Braga Netto, filha do ministro-chefe da Casa Civil, general Walter Braga Netto, desistiu de participar do processo de nomeação para uma vaga de gerente da agência.

Em nota, Aguiar afirma que soube da desistência nesta quarta-feira (22). “No dia de hoje, recebi a informação que a candidata desistiu de participar do processo de nomeação, embora atendesse a todos os requisitos para o cargo”, escreveu.

Leia: Casa Civil dá aval para filha de Braga Netto assumir cargo na ANS

O diretor na ANS lamentou o que chamou de uso político do caso. “O processo de nomeação expôs desnecessariamente autoridade do governo federal que possui conduta ilibada e ética ao longo de toda carreira profissional, servidores de carreira da própria ANS e particulares”, argumentou.

Aguiar afirmou, ainda, que é erro cogitar nepotismo para o episódio, “tendo em vista que a ANS detém natureza jurídica autárquica, sem subordinação à administração pública direta”.

Veja também: ANS: teste de covid-19 é retirado de rol obrigatório dos planos de saúde

Na última segunda-feira (20), a Casa Civil, comandada pelo pai da candidata, deu autorização para a ANS contratar a filha do ministro para a vaga de gerente, com salário de R$ 13.074 por mês.

Últimas