Após 120 dias de licença particular, Cid Gomes volta ao Senado Federal

No período em que ficou afastado, senador participou de protesto, avançou com retroescavadeira e foi baleado. Cinco dias depois, recebeu alta médica

Na imagem, senador Cid Gomes durante internação em hospital de Fortaleza

Na imagem, senador Cid Gomes durante internação em hospital de Fortaleza

Reprodução / Instagram Cid Gomes

Após 120 dias de licença particular, o senador Cid Gomes (PDT-CE) volta ao Senado Federal na próxima segunda-feira (13). O suplente Prisco Bezerra se despediu do posto nesta quinta-feira (9).

“Hoje é o último dia desse período de quatro meses em que exerci o mandato de senador, em razão da licença do meu conterrâneo amigo Cid Gomes”, disse Bezerra durante sessão virtual. "Procurei corresponder à confiança do povo cearense e contribuir na discussão com temas relevantes", acrescentou.

Veja mais: Após ser baleado, Cid Gomes grava vídeo agradecendo médicos

Durante o tempo em que estava de licença, Gomes participou de um protesto de policiais militares em Sobral (CE) no dia 19. Na ocasião, o senador licenciado avançou com uma retroescavadeira sobre os manifestantes e foi baleado. O parlamentar recebeu alta médica depois de cinco dias internado e continuou o tratamento de reabilitação em casa.