R7 Planalto Assessor de Bolsonaro nega desgaste de Ernesto Araújo

Assessor de Bolsonaro nega desgaste de Ernesto Araújo

Aumentam especulações sobre saída de chanceler, turbinadas pela participação de almirante Flávio Rocha em missões diplomáticas 

  • R7 Planalto | Do R7

Na imagem, ministro Ernesto Araújo (Itamaraty)

Na imagem, ministro Ernesto Araújo (Itamaraty)

REUTERS/Adriano Machado-09/11/2020

O assessor especial da Presidência da República Tercio Arnaud Tomaz negou, nesta terça-feira (16), que haja desgaste do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Não existe desgaste do Ernesto com o presidente Bolsonaro”, escreveu Tomaz em rede social.

A afirmação do assessor especial da Presidência da República ocorre no momento em que aumentam especulações sobre eventual troca de Ernesto Araújo por supostamente não ter interlocução com alguns países.  

Já se fala, inclusive, em nome de eventual substituto. O secretário especial para Assuntos Estratégicos do Planalto, o almirante Flávio Viana Rocha, assumiu a área comandada pelo assessor internacional Filipe Martins, e trabalha portanto também como assessor internacional. Com isso, ele tem ido às missões diplomáticas e se tornado importante na articulação internacional, especialmente para melhorar a relação bilateral com países-chave, como Argentina e China.

Rochinha, como é conhecido, participou por exemplo da viagem da comitiva brasileira a Beirute, no Líbano, palco de explosão que matou mais de 70 pessoas no segundo semestre no ano passado. Ele atuou, juntamente com demais membros do governo, na missão que foi chefiada pelo ex-presidente Michel Temer (MDB).

Últimas