R7 Planalto Associação de delegados sai em defesa da Ouvidoria da Polícia de SP

Associação de delegados sai em defesa da Ouvidoria da Polícia de SP

Proposta, de autoria do deputado estadual Frederico d’Avila (PSL-SP), prevê a extinção do órgão. Governador de SP disse ser contra a matéria

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Elizeu Soares Lopes, ouvidor da Polícia de SP

Elizeu Soares Lopes, ouvidor da Polícia de SP

Reprodução / Facebook

A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo manifestou-se contrária ao projeto de lei 31/2019, que propõe a extinção da Ouvidoria da Polícia. A matéria está em tramitação na Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

“A Associação manifesta seu apoio à manutenção da Ouvidoria, importante órgão alinhado aos ideais de garantia dos direitos fundamentais do cidadão que norteiam o trabalho da Polícia Civil”, diz a entidade, que reúne mais de 3.200 delegados associados.

Leia mais: "Não podemos compactuar com o abuso", diz ouvidor de polícia de SP

“Acreditamos que a Ouvidoria é um importante pilar da ordem democrática e contribui diretamente para o fortalecimento e contínuo aperfeiçoamento das forças de segurança do Estado – razão pela qual o projeto não merece prosperar”, completa.

O projeto, de autoria do deputado estadual Frederico d’Avila (PSL-SP), também recebeu críticas do governador João Doria (PSDB), que se manifestou contrário ao texto. “Pessoalmente, como governador de São Paulo, entendo que a Ouvidoria é importante e deve continuar existindo porque representa a população. Eu não apoiaria essa proposta”, disse à época.

Últimas