R7 Planalto Auge de Maradona provocou boom de "Diegos" nascidos no Brasil

Auge de Maradona provocou boom de "Diegos" nascidos no Brasil

Nome ficou mais frequente a partir da década de 1970, chegando ao auge em 1990 e com queda entre 90 e 2000. Jogador se aposentou em 2001

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

Auge de Maradona coincide com aumento de "Diegos" no Brasil

Auge de Maradona coincide com aumento de "Diegos" no Brasil

Lance! Galerias

O craque Diego Maradona, morto esta semana aos 60 anos, jogou entre 1976 e 2001 como jogador profissional. O ponto mais alto de sua trajetória aconteceu na Copa de 1986, quando marcou o que foi considerado "o gol do século". 

O sucesso de Maradona coincide com o aumento no número de brasileiros registrados com o seu primeiro nome: Diego. Até 1970, a frequência do nome era baixa, ficava em 5.381. Já em 1980, a frequência explode para 158.533, chegando ao auge em 1990 com 178.701, em provável reflexo do resultado da Copa de 1986. Nos anos 2000, quando Maradona encerrava a carreira, há uma queda para 80.470 na frequência do nome. 

Pesquisas por nome dos brasileiros podem ser feitas no site do IBGE com dados dos censos

Pesquisas por nome dos brasileiros podem ser feitas no site do IBGE com dados dos censos

Reprodução/IBGE

Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), coletados pelos censos, feitos a cada dez anos. 

Últimas