CPI da Covid

R7 Planalto Aziz: "Bom ver quem queria queimar o STF recorrer a ele"

Aziz: "Bom ver quem queria queimar o STF recorrer a ele"

Presidente da CPI da Covid fez comentário sem citar nomes. O ex-ministro Eduardo Pazuello recorreu ao STF por direito a ficar calado

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

Aziz: "Bom ver pessoas que queriam queimar o STF, recorrer ao STF"

Aziz: "Bom ver pessoas que queriam queimar o STF, recorrer ao STF"

Jefferson Rudy/Agência Senado - 18.05.2021

Durante a reunião desta terça-feira (18) da CPI da Covid, o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), disse que avalia como positivo que "as mesmas pessoas que queriam queimar, fechar literalmente o Supremo, estejam agora recorrendo ao Supremo por auxílio para quem possam ficar calados". 

Aziz não citou nomes.

A CPI irá ouvir nesta quarta-feira (19) o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que conseguiu um habeas corpus no STF que o dá o direito de ficar calado diante de algumas perguntas dos senadores.

"Agora é bom a gente ver algums pessoas irem a o Supremo pedir auxílio até porque outro dia estavam querendo tocar fogo no Supremo e queimar o Supremo, essas mesmas pessoas. Queriam literalmente fechar o Supremo. Agora já não, estão atrás do Supremo pedindo auxílio para que possa ficar calado". 

A fala de Aziz aconteceu antes do início da oitiva desta terça, do ex-chanceler Ernesto Araújo. Ele respondia a questionamento do senador Marcos do Val (Podemos-ES) que pedia a substituição do relator Renan Calheiros (MDB-AL): "Nossos convidados estão extremamente intimidados e eu queria propor a troca do relator, não pela pessoa, mas os movimentos que os convidados estão fazendo junto ao STF estão atrapalhando os trabalhos da CPI, esse é o meu entendimento, para que possamos avançar com um relator menos passional".

O pedido foi rejeitado pelo presidente Omar Aziz. 

"O relator tem o meu respeito e tem feito o seu trabalho pensando no Brasil, até porque ele não é candidato nas próximas eleições. É lógico que desagrada. Não é o momento para discutir isso [troca de relatoria]. Ele tem o meu apoio e da maioria dos senadores aqui". 

Últimas