R7 Planalto Bancada feminina manifesta apoio a Joice Hasselmann

Bancada feminina manifesta apoio a Joice Hasselmann

Deputada do PSL-SP acredita ter sofrido um atentado dentro de sua casa em Brasília; exames apontam traumas e fraturas 

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP)

Na imagem, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP)

Reprodução Câmara dos Deputados

A bancada feminina da Câmara dos Deputados divulgou, nesta sexta-feira (23), uma nota de solidariedade e apoio a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), que acredita ter sofrido um atentado dentro de sua casa em Brasília.

“Não podemos admitir que quaisquer atos de violência continuem sendo praticados contra as mulheres. Essa gravíssima violência sofrida pela deputada Joice Hasselmann não pode ficar sem a devida apuração e punição dos responsáveis”, afirma a nota.

A bancada reforça o pedido ao presidente Arthur Lira (PP-AL) para que a Polícia Legislativa investigue o caso.

“A Secretaria da Mulher da Câmara dos Deputados, por meio da bancada e da Procuradoria da Mulher, reforça seu compromisso e missão em defesa de todas as mulheres brasileiras e acompanhará com toda atenção que o caso exige”, acrescenta o comunicado.

O Caso

Joice informou, via assessoria, que sofreu fraturas no rosto e na coluna em um incidente ocorrido em seu apartamento funcional em Brasília no último domingo (18). De acordo com o texto, a deputada “acordou já caída no chão do corredor, entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue, sem saber exatamente o que aconteceu”.

Do chão, ela conseguiu chamar o marido – o neurocirurgião Daniel França, que estava no apartamento, mas tinha dormido em outro quarto – para socorrê-la e prestar os primeiros socorros. Exames constaram traumas pelo corpo (joelho, costela, ombro e nunca), cinco fraturas na face e uma na coluna.

A segurança no apartamento da parlamentar foi reforçada. Joice desconfia ter sofrido um atentado e, por isso, acionou o Departamento de Polícia Legislativa para abrir investigação sobre o caso. As imagens da câmera de segurança do edifício devem ser analisadas.

Últimas