R7 Planalto Bolsonaro minimiza derrota: "O Coaf continua no governo"

Bolsonaro minimiza derrota: "O Coaf continua no governo"

Nesta quarta (22), em votação na Câmara, o órgão deixou o Ministério da Justiça (de Moro) e foi para o da Economia

Bolsonaro minimiza derrota: "O Coaf continua no governo"

O Coaf continua no governo, diz presidente Bolsonaro

O Coaf continua no governo, diz presidente Bolsonaro

Edu Andrade/ Fatopress/ Estadão Conteúdo - 21.05.2019

Ao ser questionado a votação dos destaques da MP 870, da reforma administrativa, o presidente Jair Bolsonaro minimizou a derrota do governo, que queria deixar o Conselho de Controle de Atividades Financeiras sob a tutela de Sérgio Moro, e se restringiu a dizer que “o Coaf continua no governo”.

A Câmara aprovou, por 228 a 210 votos, a transferência do Coaf para a pasta de Economia. Apesar disso, ao votar a MP 870, os deputados aprovaram a estrutura do governo Bolsonaro, com 22 ministérios.

O presidente falou após receber uma homenagem durante a comemoração dos 71 anos da criação do Estado de Israel, na noite desta quarta-feira (22).

Bolsonaro também comentou as alterações no decreto de armas.

— Fizemos pequenas alterações, mas no mérito, na alma o decreto continua o mesmo.

E comentou a declaração de que não irá aos protestos de domingo, um afago que fez ao Congresso.

— Todo mundo é maior de idade e sabe o que faz [ao ser questionado se teria orientado os ministros a não comparecer]. Eu não participarei. É um movimento espontâneo e um direito da população de participar.