Bolsonaro não tem infecção por coronavírus

Informação foi confirmada por fontes do Planalto e, em seguida, pelo próprio presidente por meio de seus perfis nas redes sociais

Bolsonaro não tem infecção por coronavírus

Bolsonaro não tem infecção por coronavírus

Alan Santos/PR

Os exames para coronavírus para toda a comitiva do presidente Jair Bolsonaro deram negativo. Além de a informação ter sido  confirmada por fontes do Planalto nesta sexta-feira (13), o presidente postou em seus perfis no Twitter e no Facebook que o teste deu negativo para a doença. 

Além de Bolsonaro, também foram testados a primeira-dama Michelle e toda a equipe do governo que foi para os Estados Unidos e está em Brasília. A solicitação do teste aconteceu depois da confirmação da doença no secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que está em quarentena domiciliar, e só retornará ao trabalho quando não houver risco de transmissão da doença.

Leia mais: Saiba o que é mito e verdade sobre o novo coronavírus

O presidente Jair Bolsonaro e integrantes da comitiva que o acompanhou a Miami estão sendo monitorados desde a quarta-feira (11). Também participaram da comitiva aos Estados Unidos os ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Fernando Azevedo e Silva (Defesa) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Também viajaram os senadores Nelsinho Trad (PTB-MS) e Jorginho Mello (PL-SC); os deputados Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e Daniel Freitas (PSL-SC), o assessor especial Filipe Martins, o presidente da Embratur, Gilson Machado, o secretário especial de Pesca, Jorge Seif Jr, entre outros.

Em nota, a assessoria da presidência afirmou que "o governo brasileiro também já comunicou às autoridades do governo norte-americano a ocorrência do evento para que elas também adotem as medidas cautelares necessárias".

Governo avisa autoridades dos EUA sobre contaminação de Wajngarten

Donald Trump

O presidente norte-americano Donald Trump teve contato com a comitiva brasileira nos Estados Unidos, mas não foi testado para o coronavírus. A porta-voz da Casa Branca Stephanie Grisham disse, em comunicado, que "tanto o presidente quanto o vice-presidente quase não tiveram interações com o indivíduo que deu positivo e não precisam ser testados no momento".

Após a publicação dessa reportagem, o presidente publicou em suas redes sociais a confirmação: