R7 Planalto Bolsonaro promete cartão vermelho para quem sugerir congelamento

Bolsonaro promete cartão vermelho para quem sugerir congelamento

Presidente fala em "gente sem coração, sem mínimo de entendimento". Secretário da Fazenda, Waldery Rodrigues defendeu congelamento 

  • R7 Planalto | Thiago Nolasco, da Record TV, com Mariana Londres, de Brasília

Bolsonaro promete cartão vermelho para quem sugeriu congelamento

Bolsonaro promete cartão vermelho para quem sugeriu congelamento

Marcos Corrêa/PR - 26.08.2020

Em vídeo publicado nesta terça-feira (15) em suas redes sociais em que desiste de tocar o Renda Brasil, o presidente Jair Bolsonaro diz que irá dar um cartão vermelho para quem propuser o congelamento dos salários dos aposentados. 

"Quem por ventura vier a propor uma coisa como essa, eu só posso dar um cartão vermelho para essa pessoa. Gente que não tem um mínimo de coração, um mínimo de entendimento de como vivem os aposentados do Brasil. Vou dizer para vocês. De onde veio? Pode ser que alguém da equipe econômica tenha falado sobre esse assunto. Pode ser. Mas, por parte do governo jamais vamos congelar salários de aposentados". 

Após a declaração, Bolsonaro se reuniu com o ministro da Economia, Paulo Guedes. 

No domingo à noite (13), o secretário da Fazenda do ministério da Economia, Waldery Rodrigues, disse em entrevista que "a área econômica apoia que benefícios previdenciários, como aposentadorias e pensões, sejam desvinculados do reajuste do salário mínimo e congelados nos próximos dois anos". A informação foi repercutida e virou manchete nos jornais desta terça-feira (15). 

Últimas