R7 Planalto Bolsonaro quer acabar com pena a produtor que atirar em invasor 

Bolsonaro quer acabar com pena a produtor que atirar em invasor 

Fazendeiro ou funcionário que atirar ao defender a propriedade rural terá "excludente de ilicitude". Ou seja, responde mas não é punido

Bolsonaro quer acabar com punição a crime em defesa de fazendas

Bolsonaro quer acabar com punição a crime em defesa de fazendas

Bolsonaro quer acabar com punição a crime em defesa de fazendas

Marcos Corrêa/Presidência da República - 25.04.2019

O presidente Jair Bolsonaro, disse nessa segunda-feira (29) na abertura da Agrishow, que a propriedade privada é "sagrada" e que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) irá pautar projeto que permite a posse rural de armas dentro de toda a propriedade. Pela legislação atual, o agricultor só pode ter arma dentro da sede. 

— A propriedade privada é sagrada e ponto final. Estive com o presidente da Câmara e a questão do agronegócio entrou na pauta. Semana que vem ele vai colocar em pauta um projeto de lei que visa fazer a posse de arma para o produtor rural em todo o perímetro de sua propriedade. 

Bolsonaro disse ainda que pretende enviar um projeto à Câmara, que já admite ser polêmico, que isenta de punição os crimes em defesa da vida e da propriedade rural. 

— Um projeto nosso que será enviado à Câmara que vai dar o que falar, mas é uma maneira de combater a violência no campo, ao proteger a sua propriedade ou à vida entre no excludente de ilicitude. Ele responde mas não tem punição. É assim que temos proceder para o outro lado, que teme em desrespeitar a lei, tema o cidadão de bem.

Em janeiro, o R7 Planalto adiantou a inteção do governo de ampliar o porte de armas

A Agrishow é a maior feira de agronegócio do País e acontece todos os anos em Ribeirão Preto (SP).