R7 Planalto Câmara aprova convite para ouvir Guedes sobre redução de IPI

Câmara aprova convite para ouvir Guedes sobre redução de IPI

Ministro será questionado sobre os impactos negativos na Zona Franca de Manaus, crucial para a proteção da Amazônia

  • R7 Planalto | Mariana Londres, do R7, em Brasília

Ministro da Economia, Paulo Guedes

Ministro da Economia, Paulo Guedes

Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços da Câmara dos Deputados aprovou o requerimento de convite ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para que ele preste informações sobre a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que foi promovida por meio de decretos presidenciais e teve impacto negativo sobre a Zona Franca de Manaus.

Guedes deve ser ouvido em 1º de junho, às 9h. 

O autor do requerimento é o deputado José Ricardo (PT-AM). Ele argumenta que os decretos ameaçam a Zona Franca de Manaus. Para ele, foi a industrialização de Manaus que conteve a pressão de atividades predatórias no interior, como pecuária extensiva, garimpo ilegal e corte de madeira irregular. 

Governo x ZFM

As divergências entre o governo e a bancada do Amazonas começaram com o decreto de redução do IPI de 25%, assinado pelo presidente Bolsonaro na véspera do Carnaval. Parlamentares do estado argumentaram que as isenções acabam com a atratividade da Zona Franca para alguns produtos, como motocicletas e televisores.

Nas semanas seguintes, o governo federal e o estado entraram em acordo, costurado por parlamentares, com o comprometimento de reedição do decreto, para retirar os itens produzidos na Zona Franca das desonerações. O acordo não foi cumprido, e, semanas depois, Bolsonaro assinou outro decreto, que zerava o IPI do polo de concentrados, retirando a competitividade das indústrias do setor na Zona Franca de Manaus.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas