R7 Planalto Câmara irá analisar cassação de Flordelis nesta quarta (11)

Câmara irá analisar cassação de Flordelis nesta quarta (11)

Parlamentares votarão relatório, feito pelo Conselho de Ética, que decidiu pela perda de mandato. São necessários 257 votos

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar e Mariana Londres, do R7

Na imagem, deputada federal Flordelis (PSD-RJ)

Na imagem, deputada federal Flordelis (PSD-RJ)

Fernando Frazão/Agência Brasil - 25.06.2019

O presidente Arthur Lira (PP-AL) informou que a Câmara dos Deputados analisará, nesta quarta-feira (11), o relatório feito pelo Conselho de Ética que recomenda a perda de mandato da deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

“Amanhã a programação é votar o processo, infelizmente, de cassação da deputada Flordelis e o PL da tributária. Na quinta, a reforma política”, disse Lira.

Flordelis é acusada pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio de Janeiro) de ser a mandante do assassinato do ex-marido, o pastor Anderson do Carmo. A parlamentar, que nega a acusação, foi alvo de representação na comissão.

No dia 8 de agosto, os membros do conselho decidiram pela cassação do mandato – por 16 votos a 1, o único deputado que votou a favor de Flordelis foi Márcio Labre (PSL-RJ). A decisão precisa passar pelo crivo do plenário da Câmara nesta quarta. São necessários 257 votos, a maioria absoluta, para a cassação de um mandato parlamentar.

Caso o plenário da Câmara aprove  a cassação de Flordelis, essa não será a primeira vez. Outros parlamentares já perderam seu mandato, como por exemplo Eduardo Cunha (MDB-RJ), José Dirceu (PT-SP), Roberto Jefferson (PTB-RJ), Pedro Corrêa (PP-PE), Natan Donadon (sem partido-RO), André Vargas (sem partido-PR) e André Luiz (sem partido-RJ).

Últimas