Cármen Lúcia envia à PGR pedido de impeachment de Guedes

Ação foi protocolada no Supremo Tribunal Federal pelos deputados federais Elias Vaz (PSB-GO) e Kim Kataguiri (DEM-SP)

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

audima
Na imagem, ministro Paulo Guedes (Economia)
Adriano Machado/Reuters - 25.06.2021

A ministra Cármen Lúcia, do STF (Supremo Tribunal Federal), encaminhou nesta quinta-feira (1º) à PGR (Procuradoria-Geral da República) para que se manifeste sobre o pedido de impeachment do ministro Paulo Guedes (Economia).

O pedido de impeachment do ministro foi protocolado pelos deputados federais Elias Vaz (PSB-GO) e Kim Kataguiri (DEM-SP). O motivo para a ação é que Guedes não compareceu para uma oitiva na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados e não apresentou justificativa.

“Pois bem, o ministro da Economia foi convocado (frisemos: convocado, e não convidado) a comparecer perante a comissão na data de 30/06. Sem motivo, não compareceu”, diz o documento. “No dia 9 de junho, Guedes, novamente, não se fez presente”, acrescentou.

Na visão dos parlamentares, Guedes teria cometido o crime de responsabilidade ao não comparecer nas reuniões convocadas pela comissão. A relatora encaminhou o pedido para a manifestação de Augusto Aras.

Ir para versão mobile