R7 Planalto Cirurgia de Bolsonaro para retirada de cálculo não terá cortes 

Cirurgia de Bolsonaro para retirada de cálculo não terá cortes 

Presidente será internado amanhã para realizar procedimento e deve voltar a Brasília já no sábado. Retirada de pedra é feita pela uretra

  • R7 Planalto | Thiago Nolasco, da Record TV

Cirurgia de Bolsonaro para retirada de cálculo não terá cortes

Cirurgia de Bolsonaro para retirada de cálculo não terá cortes

Marcos Corrêa/PR - 22.09.2019

A cirurgia a que o presidente Jair Bolsonaro será submetido nesta sexta-feira (25) em São Paulo será endoscópica, sem cortes, portanto. O presidente irá retirar uma pedra na bexiga. 

Entenda a cirurgia de Bolsonaro para a retirada de pedra na bexiga

A expectativa é que, por ser um procedimento pouco invasivo, o presidente possa retornar à Brasília já no sábado (26), segundo fontes próximas ao presidente. 

Para retirar a pedra, também chamada de cálculo, é colocada uma sonda na uretra. Por meio da sonda é intronduzido um aparelho muito pequeno que tem uma câmera e um laser. O laser pode tanto fragmetar o cálculo como retirar inteiro ou em partes. Caso o cálculo não seja retirado inteiro, por estrar fragmentado é expelido com a urina. 

Últimas