R7 Planalto Comissão do Senado aprova reforma na aposentadoria de Militares 

Comissão do Senado aprova reforma na aposentadoria de Militares 

Texto mantém pagamento de salário integral para membros das forças armadas após aposentadoria e segue, agora, para votação no plenário da casa

Reforma na previdência de militares segue para aprovação no Senado

Reforma na previdência de militares segue para aprovação no Senado

REUTERS/Ricardo Moraes/18.01.2018

Após 15 dias de tramitação no Senado, a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Casa aprovou nesta terça-feira (3) o relatório sobre a reforma da previdência dos militares.

O texto segue agora para o plenário do Senado, que, em caso de aprovação, pode reduzir a economia do estado com a nova previdência para os militares em quase 90% ao longo de 10 anos, passando de R$ 97,3 bilhões para R$ 10,45 bilhões no período.

A reforma mantém o recebimento do salário integral ao se aposentar, mas tem um aumento de idade na aposentadoria compulsória, que passa dos entre 44 a 66 anos para 50 a 70 anos, dependendo do posto ou graduação do membro da corporação.

Durante o período em que esteve no Senado, duas audiências públicas foram convocadas e o relator não sugeriu alterações ao texto que transitou por 8 meses na Câmara Federal.