R7 Planalto Conselho de Ética decidirá destino de Flordelis na terça-feira (1º)

Conselho de Ética decidirá destino de Flordelis na terça-feira (1º)

Relator, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), protocolou parecer contendo relatório e voto, que será aberto na semana que vem

Na imagem, deputada federal Flordelis

Na imagem, deputada federal Flordelis

Fernando Frazão/Agência Brasil - 25.06.2019

O Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidirá, na próxima terça-feira (1º), às 13h, o destino da deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

O caso foi instaurado no Conselho de Ética no dia 23 de fevereiro. Na última quinta-feira (27), o relator, deputado federal Alexandre Leite (DEM-SP), protocolou parecer contendo relatório e voto.

O parecer é lacrado, sigiloso e fica aos cuidados do colegiado. Só vai ser aberto no dia da reunião, quando for lido e votado pelos membros da comissão. “Foram dois meses de muito trabalho, buscando a verdade real em 15 volumes de um processo complexo, denso e muito delicado”, afirmou Leite.

Após a apreciação do relatório, o caso será analisado para votação aberta em plenário. A cassação de mandato exige votos da maioria absoluta dos parlamentares, ou seja, de pelo menos 257 votos dos 513 deputados.

A parlamentar foi denunciada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro suspeita de ser a mandante do assassinato de seu ex-marido, o pastor Anderson do Carmo, em 2019. Imputam contra a parlamentar os crimes de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio duplamente qualificado, associação criminosa, uso de documento falso e falsidade ideológica. Ela nega as acusações.

Últimas