R7 Planalto Coronel aciona advocacia e polícia do Senado para apurar fake news

Coronel aciona advocacia e polícia do Senado para apurar fake news

Senador denunciou publicação que traz conversa falsa em que indicaria acordo para aprovação de projeto entre líderes, presidente da Casa e STF

  • R7 Planalto | Mariana Londres e Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, o senador Angelo Coronel (PSD-BA)

Na imagem, o senador Angelo Coronel (PSD-BA)

Geraldo Magela/Agência Senado 27.02.2019

O senador Angelo Coronel (PSD-BA), relator do projeto de lei das fake news, acionou a advocacia e polícia legislativa do Senado nesta terça-feira (7) por causa de uma postagem classificada por ele como falsa em rede social.

Coronel denunciou uma publicação, feita pelo perfil @brasilsemprebrasil38, que traz uma conversa em que o senador indicaria um acordo entre o STF (Supremo Tribunal Federal), o presidente Davi Alcolumbre (DEM-AP) e os líderes partidários do Senado para a aprovação do projeto das fake news.

Leia mais: Entenda ponto a ponto do projeto de lei sobre fake news

O senador, então, acionou os dois órgãos do Senado para apurar a origem e a propagação de notícias falsas envolvendo seu nome. Coronel argumenta que o projeto do qual é relator “é cada dia mais importante para rastrear e punir esses meliantes”.

“Foi comigo, mas poderia ser com você. Você acha que ser contra esses atos (publicações falsas) é cercear a liberdade de expressão?” indagou aos seguidores em sua conta no Instagram.

O pedido de análise dessa publicação vai se juntar às demais ameaças contra o senador que estão sendo investigadas. A reportagem do R7 Planalto apurou que a advocacia vai acionar o Facebook para a retirada imediata do conteúdo.

*Com informações da Agência Senado

Últimas