R7 Planalto De olho em 2022, MBL quer juntar candidatos em um só partido

De olho em 2022, MBL quer juntar candidatos em um só partido

Movimento prepara pré-candidatura de Arthur do Val ao governo de São Paulo e conversa com União Brasil, Patriota e Podemos

Membro do MBL e deputado estadual Arthur do Val

Membro do MBL e deputado estadual Arthur do Val

Edu Garcia/R7 - 19.09.2019

Integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre), um dos grupos protagonistas do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), conversam com diversos partidos, como Podemos e Patriota, além do futuro União Brasil (formado pela junção do Democratas e do PSL), de olho nas eleições de 2022, com o objetivo de juntar todos os candidatos na mesma legenda.

A ideia é lançar o deputado estadual Arthur do Val, conhecido como Mamãe Falei, ao governo de São Paulo. Ele, inclusive, chegou a ouvir a sugestão para que desistisse de sua candidatura para apoiar o ex-governador Geraldo Alckmin, que está de saída do PSDB e em namoro com PSD e União Brasil.

Em contrapartida, Do Val receberia apoio para sua candidatura a deputado federal ou à Prefeitura de São Paulo em 2024. No entanto, fontes relataram ao R7 que é remota a possibilidade de ele desistir da candidatura ao governo paulista.

O parlamentar tem conversado com integrantes de seu partido, o Patriota — que lhe concedeu uma vaga para disputar a prefeitura paulista em 2020 e, na ocasião, terminou em quinto lugar. Mas a articulação em torno da candidatura de Do Val não para por aí.

Mamãe Falei tem dialogado ainda com membros do União Brasil e do Podemos, que recentemente filiou o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro. No evento de filiação em Brasília, ele e o deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) estiveram presentes.

De acordo com os membros do MBL, ainda é cedo para bater o martelo. A única certeza é de que querem unir todos os candidatos em uma só legenda.

Últimas