A Prisão de Lula
R7 Planalto Defesa de Lula pede novo HC, que pode ser julgado terça-feira

Defesa de Lula pede novo HC, que pode ser julgado terça-feira

Advogados do ex-presidente impetraram novo HC no STF, fontes confirmam que intenção da corte é julgar todos os pedidos na próxima semana

Defesa de Lula espera julgamento na próxima semana

Defesa de Lula espera julgamento na próxima semana

Adriano Machado/Reuters - 13/12/2017

A defesa do ex-presidente Lula, preso em Curitiba desde abril de 2018, impetrou novo pedido de habeas corpus nesta quarta-feira (28) junto ao STF (Supremo Tribuna Federal). 

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, esteve com o ministro Edson Fachin na tarde desta quarta para pedir pessoalmente que o ministro inclua o novo pedido de HC de Lula já na próxima sessão da segunda turma, na próxima terça.

Esse novo pedido protocolado toma por base a decisão da última terça-feira (27), em que a turma anulou a primeira sentença de Moro contra o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine.

Cabe à presidente da Turma, Cármen Lúcia, pautar o HC. 

Nas mãos de Cármen Lúcia também vai estar o pedido de Gilmar Mendes, que pede para que todos os pedidos de liberdade do ex-presidente sejam pautados em conjunto, incluindo o pedido de suspeição contra Sérgio Moro, que deve ser devolvido a ela.

Depois da mudança de entendimento de Cármen Lúcia no julgamento de Bendine, a aposta é que o placar na turma pode ser de 4 a 1 pela liberdade. Em função disso, o ideal para a defesa de Lula seria esperar a volta da licença médica do ministro Celso de Mello, um voto esperado pelo habeas corpus. Os outros seriam de Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e agora Cármem Lúcia. A dissidência seria de Edson Fachin.