DEM diz que, se provado, punirá senador pego com dinheiro na cueca

Chico Rodrigues (DEM-RR) foi flagrado com R$ 30 mil entre as nadégas durante operação da PF. Parlamentar é vice-líder do governo no Senado

Na imagem, senador Chico Rodrigues (DEM-RR)

Na imagem, senador Chico Rodrigues (DEM-RR)

Reprodução/Facebook

O Democratas informou nesta quinta-feira (15) que, havendo a comprovação da prática de atos ilícitos por Chico Rodrigues, senador que foi flagrado com dinheiro na cueca, aplicará as sanções disciplinares previstas no Estatuto da sigla.

"Estamos atentos a todos os detalhes da investigação e, havendo a comprovação da prática de atos ilícitos pelo parlamentar, a Executiva Nacional aplicará as sanções disciplinares previstas no Estatuto do partido", afirmou o DEM em nota.

Leia mais: Bolsonaro diz que senador Chico Rodrigues não faz parte do governo

Neste caso, o Conselho de Ética do partido definiria a sanção ao parlamentar. Entre as punições previstas no estatuto está a expulsão do partido.

Rodrigues foi alvo de uma operação da PF (Polícia Federal) nesta quarta-feira (14), em Boa Vista. A investigação, sob sigilo, apura desvio de dinheiro destinado ao combate da pandemia do novo coronavírus. O senador havia escondido cerca de R$ 30 mil na cueca. Ao todo, os valores descobertos na residência do parlamentar chegariam a R$ 100 mil.