Coronavírus

R7 Planalto Deputada cobra revisão de critérios de distribuição de vacina

Deputada cobra revisão de critérios de distribuição de vacina

Documento foi protocolado nesta sexta (26) por Renata Abreu (Podemos-SP), com base em informações de prefeita de SP

Na imagem, deputada Renata Abreu (Podemos-SP)

Na imagem, deputada Renata Abreu (Podemos-SP)

Gustavo Lima/24.mar.2015/Câmara dos Deputados

A deputada federal Renata Abreu (Podemos-SP) protocolou, nesta sexta-feira (26) requerimento em que cobra informações do Ministério da Saúde sobre revisão de critérios de distribuição de vacina contra covid-19.

A parlamentar informa no documento que recebeu uma correspondência da prefeita de Nova Granada, Tânia Liana Toledo Yugar, em que afirma que as doses de vacina contra covid-19 estão sendo disponibilizadas ao município paulista calculadas pelas doses de vacinas contra gripe dadas nos anos anteriores.

A prefeita de Nova Granada sugere, então, que o cálculo da população alvo seja efetuado com base nos dados constantes do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), além disso, propõe que sejam contempladas as pessoas com “maior índice de infestação e maior chance de contaminação”.

Renata questiona, então, quem é o responsável por definir o quantitativo de doses da vacina contra covid-19 a serem disponibilizadas para cada município, qual é o critério utilizado e se é possível utilizar os dados do IBGE para quantificar o número de doses.

A deputada indaga, ainda, quem é o responsável por definir os grupos populacionais prioritários e seus respectivos critérios.

Últimas