Deputado sugere filme de ministros do STF viciados em cocaína

Bibo Nunes (PSL-RS) criticou decisão que autorizou o especial do Porta dos Fundos e propôs obra envolvendo nomes do Supremo Tribunal Federal

Deputado Bibo Nunes criticou decisão do STF sobre especial do Porta dos Fundos

Deputado Bibo Nunes criticou decisão do STF sobre especial do Porta dos Fundos

Reprodução Câmara dos Deputados

O deputado federal Bibo Nunes (PSL-RS) criticou em mensagem no Twitter nesta sexta-feira (10) a decisão do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, que derrubou a censura contra o especial de fim de ano do grupo Porta dos Fundos e veiculado pela Netflix.

“Eu quero saber se for produzido um filme pela produtora Porta dos Fundos, mostrando o presidente do STF como gay e os outros ministros como viciados em cocaína, se vão aceitar como cultura?”, questionou o pesselista. Em seguida, pergunta “se vão querer impedir que a Netflix exiba o filme”. Ao final, sugere: “façam esse filme”.

O R7 Planalto procurou o STF para um posicionamento oficial, mas não recebeu resposta até o momento. A assessoria do deputado foi procurada para mais informações, mas não retornou.