R7 Planalto Direção do Patriota aponta irregularidades ao atrair Bolsonaros

Direção do Patriota aponta irregularidades ao atrair Bolsonaros

Integrantes do diretório nacional dizem que foram destituídos de forma irregular e pedem para voltar aos cargos

  • R7 Planalto | Renata Varandas, Mariana Londres e Plínio Aguiar

Na imagem, Adilson Barroso (Patriota)

Na imagem, Adilson Barroso (Patriota)

Reprodução/Patriota

Representantes da Executiva Nacional do Patriota entraram nesta segunda-feira (31) com uma ação junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) para tentar anular mudanças na convenção do partido feitas pelo presidente, Adilson Barroso, sem anuência dos demais membros do diretório.

Segundo os dirigentes, Barroso fez mudanças irregulares sem convenção partidária para ajustar o estatuto e ter, portanto, maioria para aprovar o ingresso da família Bolsonaro à legenda.

O senador Flávio Bolsonaro anunciou filiação ao partido nesta segunda-feira (31), o que abre caminho para a entrada do presidente Jair Bolsonaro na legenda. Como noticiou o Blog do Nolasco, o titular do Executivo ainda conversa com outros três partidos.

"Não se pode conceber que seja permitido ao presidente nacional do Patriota, Sr. Adilson Barroso Oliveira, convocar convenção nacional de forma sorrateira, sem dar ampla publicidade aos membros do partido e aos próprios convencionais, na qual pretende sobre aprovação da filiação de figura expoente na política nacional como o Exmo. Sr. Presidente da República Jair Bolsonaro, candidato à reeleição", diz o documento.

Em processo encaminhado ao TSE eles dizem que houve destituição irregular do diretório nacional, regulamentado pela convenção válida de 2018 e com mandato até 2022.

Na peça, os representantes pedem que seja determinada a restauração da composição do diretório nacional, da comissão executiva nacional e dos delegados nacionais, garatindo-lhes direito de voto nas deliberações partidárias desde a data de sua destituição irregular. Pedem, também, que exclua os nomes inseridos na condição de delegados nacionais, com data retroativa à sua inclusão.

A reportagem busca contato com Barroso. O espaço está aberto para manifestação.

Últimas