R7 Planalto Diretor-geral da PF se reúne com Barroso no prédio do TSE 

Diretor-geral da PF se reúne com Barroso no prédio do TSE 

Rolando Alexandre de Souza esteve na sede do tribunal e saiu antes do início da totalização 

  • R7 Planalto | Mariana Londres, de Brasília

Diretor-geral da PF acompanha totalização do prédio do TSE

Diretor-geral da PF acompanha totalização do prédio do TSE

Isac Nóbrega / Presidência

O diretor-geral da polícia federal, Rolando Alexandre de Souza, chegou no início da tarde, perto das 14h20 ao prédio do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em Brasília. Diferente do que ocorreu no primeiro turno, quando o presidente do TSE, Luís Roberto Barroso, foi até a sede da PF, na apuração do segundo turno foi o diretor da PF que passou parte da tarde aqui no tribunal acompanhando eventuais ocorrências. Ele deixou o prédio antes do início da totalização mas deve retornar no início da noite 

A expectativa é que Barroso e Souza dêem uma declaração à imprensa após o início da totalização dos votos.  Ele falou rapidamente aos repórteres, mas não relatou problemas e nem adiantou que horas a apuração deve terminar neste domingo. 

Ontem foi preso em Portugal um suspeito de ter atuado na tentativa de invasão ao sistema do TSE ainda no primeiro turno. O ataque não foi bem sucedido, e, de acordo com o presidente do TSE, não contribuiu para o atraso na apuração dos votos no primeiro turno. O atraso foi atribuído a um problema no processador e falta de testes do sistema de totalização. Pela primeira vez, a totalização foi toda feita pelo TSE e não pelos TREs (Tribunais Regionais Eleitorais).   

Últimas