Reforma da Previdência
R7 Planalto Doria diz que PSDB precisa ser altivo e votar reforma da Previdência

Doria diz que PSDB precisa ser altivo e votar reforma da Previdência

O governador eleito de São Paulo afirmou ainda que é muito importante que pelo menos a idade mínima seja votada no Congresso

João Doria durante almoço com bancada do PSDB

João Doria durante almoço com bancada do PSDB

Divulgação

João Doria deu hoje mais uma demonstração de que vai jogar com Bolsonaro a partir do ano que vem.

Em almoço com a bancada federal do PSDB, em Brasília, ele foi enfático na defesa da reforma da Previdência. Disse que será uma oportunidade "muito importante para nós e uma demonstração de que o PDSB está vivo, o PSDB está ativo, está altivo e conectado, ainda que tenha perdido em alguns momentos essa conexão, mas o passado passou. O presente exige de nós atitudes."

Leia abaixo uma parte do apelo de Doria aos deputados tucanos:

"A reforma da previdência, ainda que um passo adiante, ela ajuda a salvar o Brasil. Ainda que seja um passo, da idade mínima. Se fizermos este esforço, em nome da nossa história, da nossa trajetória, sobretudo do compromisso com a população, nós estaremos servindo ao povo brasileiro e não servindo a alguns, mas a todos. É muito importante que pelo menos a idade mínima possa ser votada no Congresso. Vocês que têm essa possibilidade, que têm a capacidade influenciadora em outros congressistas que lá estão, façam isso. Se não fizermos, nós iniciamos um governo muito comprometido. E nós queremos o bem do nosso país. Goste ou não goste do Bolsonaro, nós temos de entender que a reforma da previdência não é gostar ou deixar de gostar, não é mais uma questão partidária, é uma questão do País. Façam esse esforço. Nilson (Leitão), você como líder, e líder respeitado que é, lidere este processo e junto a outras bancadas também, porque isso será muito importante para nós e uma demonstração de que o PDSB está vivo, o PSDB está ativo, está altivo e conectado, ainda que tenha perdido em alguns momentos essa conexão, mas o passado passou. O presente exige de nós atitudes."