R7 Planalto "É um dia triste", diz Leite sobre incêndio que atingiu prédio da SSP

"É um dia triste", diz Leite sobre incêndio que atingiu prédio da SSP

Dois bombeiros, que trabalhavam nas buscas durante a noite desta quarta-feira (14) em Porto Alegre, estão desaparecidos

Incêndio atinge prédio da SSP-RS

Incêndio atinge prédio da SSP-RS

Reprodução/Correio do Povo

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), utilizou as redes sociais nesta quinta-feira (15) para comentar sobre o incêndio que atingiu o prédio da SSP (Secretaria de Segurança Pública) do Estado.

“É um dia triste para o governo do Rio Grande do Sul. Todo nosso está na busca dos dois bombeiros desaparecidos, que entraram no prédio justamente para garantir que todas as pessoas saíssem com segurança. Isso só comprova a dedicação e o heroísmo dos nossos agentes”, afirmou leite.

O incêndio de grandes proporções começou no final da noite desta quarta-feira (14) e, segundo Leite, teve início do quarto andar do prédio, em Porto Alegre. Na ocasião, estiveram no local atuando no combate ao fogo 68 militares em 21 viaturas de combate e duas autoescadas mecânicas. Dois bombeiros estão desaparecidos. Militares trabalham na busca dos agentes.

De acordo com Leite, não há indícios de que tenha sido criminoso, mas investigações serão feitas pela Polícia Civil e IGP (Instituto-Geral de Perícias), além de sindicância administrativa. O governo informou que os serviços essenciais, como atendimento do 190 e instalação de tornozeleiras eletrônicas não foram impactados. “Deixo claro à população que a segurança do Rio Grande do Sul continua firme e operante”, afirmou.

O governador comentou, ainda, que o edifício da SSP-RS tinha PPCI (Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios) e, inclusive, o governo investiu R$ 1 milhão na expansão desse plano, “para ampliar o sistema hidráulico e as instalações necessárias para proteger a vida das pessoas”. Segundo Leite, o cronograma previa seis meses de execução e estava no segundo mês.

Últimas