Eleição para presidente do STF é antecipada para esta quinta

O pleito estava marcado, inicialmente, para 12 de agosto, no entanto, foi antecipado para facilitar o processo de transição na Corte

Na imagem, o ministro do STF Luiz Fux

Na imagem, o ministro do STF Luiz Fux

Fellipe Sampaio/SCO/STF - 03.06.2020

A eleição do novo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) foi antecipada para esta quinta-feira (25).

O pleito estava marcado, inicialmente, para 12 de agosto, no entanto, foi antecipado para facilitar o processo de transição na Corte em função da pandemia do novo coronavírus. A nova presidência pode requisitar, por exemplo, servidores de outras unidades da federação. 

A antecipação da eleição, no entanto, não muda a data da posse do novo presidente, prevista para setembro, quando Dias Toffoli encerra o mandato no comando da Corte. Após a publicação dessa reportagem, a posse de Fux foi confirmada para o dia 10 de setembro. 

Leia mais: Barroso sugere que eleição seja adiada, mas que ocorra em 2020

O novo presidente do STF será o ministro Luiz Fux e a vice a ministra Rosa Weber. A eleição é mera formalidade, já que a presidência é ocupada por dois anos em rodízio entre os ministros, respeitando a ordem de entrada na Suprema Corte. Luiz Fux é o atual vice-presidente.