R7 Planalto Em vídeo, prefeito de Manaus pede ajuda de 21 chefes de Estado

Em vídeo, prefeito de Manaus pede ajuda de 21 chefes de Estado

Manaus contabiliza 4.804 casos confirmados de covid-19, o que representa 59,24% do total do Amazonas (8.109). Capital registra 459 mortes

  • R7 Planalto | Mariana Londres e Plínio Aguiar, do R7

Em vídeo, prefeito de Manaus (foto) pede ajuda de 21 chefes de Estado

Em vídeo, prefeito de Manaus (foto) pede ajuda de 21 chefes de Estado

Reprodução Facebook Arthur Virgílio Neto

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), enviou nesta terça-feira (5) um pedido de ajuda internacional no combate à pandemia do novo coronavírus para 21 chefes de Estado.

Em vídeos e cartas encaminhadas às embaixadas, Virgílio relata os esforços da gestão municipal para conter o avanço da covid-19 e ressalta o papel histórico do povo da região amazônica na preservação da maior floresta tropical do mundo.

Leia mais: Covid-19: Saúde envia profissionais da Força Nacional do SUS ao AM

De acordo com o governo, Manaus contabiliza 4.804 casos confirmados de covid-19, o que representa 59,24% do total do Amazonas (8.109). A capital registra 459 mortes, já o Estado, 649.

Por causa da situação, Virgílio recorreu aos mandatários internacionais. O apelo, chamado de ‘S.O.S. Manaus – Help the guardians of the rainforest’, é uma iniciativa da prefeitura para “angariar apoio financeiro e material para atender a população, salvar vidas e minimizar os efeitos da pandemia no Estado que detém a maior área preservada da floresta amazônica”.

Veja também: Casos de covid-19 disparam no Amazonas e governo admite colapso

O documento foi encaminhado para os líderes Angela Merkel (Alemanha), Justin Trudeau (Canadá), Donald Trump (Estados Unidos), Emmanuel Macron (França), Giuseppe Conte (Itália), Shinzō Abe (Japão), Boris Johnson (Reino Unido), Sebastian Kurz (Áustria), Sophie Wilmès (Bélgica), Mette Frederiksen (Dinamarca), Sanna Marin (Finlândia), Mark Rutte (Países Baixos), António Costa (Portugal), Jacinda Arden (Nova Zelândia), Stefan Löfven (Suécia), Walter Thurnherr (Suíça), Halimah Yacob (Singapura), Khalifa bin Zayed al Nahyan (Emirados Árabes Unidos), Benjamin Netanyahu (Israel), Tsai Ing-wen (Twaian) e Erna Solberg (Noruega).

Confira, abaixo, o vídeo encaminhado para Donald Trump (Estados Unidos):

Últimas