A Prisão de Lula
R7 Planalto "Estão armando para o presidente Lula", diz Gleisi Hoffman

"Estão armando para o presidente Lula", diz Gleisi Hoffman

Presidente do PT e deputado Paulo Pimenta divulgaram vídeo nas redes sociais petistas sobre novo depoimento de Lula na Lava Jato

Lula depoimento

Gleisi Hoffman denuncia o que chama de "armação" contra Lula na Lava Jato

Gleisi Hoffman denuncia o que chama de "armação" contra Lula na Lava Jato

Najara Araújo/Agência Câmara 27.02.2019

A presidente do PT, deputada Gleisi Hoffman, e o líder do partido na Câmara, Paulo Pimenta, afirmaram nesta quarta-feira (20) que há uma "armação" contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato.

Na sexta-feira (22), Lula vai prestar, em Curitiba, depoimento em quatro inquéritos na Polícia Federal. Quem coordena os trabalhos da PF no caso é o delegado Filipe Pace, processado pelo ex-presidente por danos morais.

Luiz Inácio Lula da Silva pede indenização de R$ 100 mil pelo fato do delegado ter afirmado no, relatório de indiciamento do ex-ministro Antonio Palocci, que o codinome “Amigo” encontrado na planilha de propinas da Odebrecht é uma referência ao ex-presidente.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Gleisi Hoffman afirma: “Ele (delegado) quer que o delator, que o Palocci, confirme as acusações que ele fez contra o Lula e não conseguiu provar para tentar livrar sua responsabilidade de ser condenado pelas denúncias que o Lula fez de perseguição e mentiras que ele utilizou contra o presidente Lula.”

A presidente do PT disse também que o Ministério Público Federal rejeitou a delação de Antonio Palocci por falta de provas.

Já o deputado Paulo Pimenta diz que a Lava Jato está sendo desmascarada e enfrenta questionamentos tanto da PGR (Procuradoria-Geral da República) quanto do STF (Supremo Tribunal Federal).

Lula está preso desde 7 de abril de 2018 na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, onde cumpre pena de 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro em um processo envolvendo o tríplex no Guarajá.