R7 Planalto Fake News: ação da PF mostra que CPI está no rumo certo, diz relatora

Fake News: ação da PF mostra que CPI está no rumo certo, diz relatora

Polícia Federal cumpriu 29 mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro do STF Alexandre de Moraes nesta quarta-feira (27)

Na imagem, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), relatora da CPMI das Fake News

Na imagem, deputada Lídice da Mata (PSB-BA), relatora da CPMI das Fake News

Reprodução Câmara dos Deputados

A deputada federal Lídice da Mata (PSB-BA) afirmou ao R7 Planalto que a operação realizada nesta quarta-feira (27) pela PF (Polícia Federal) ratifica que a CPMI das Fake News, da qual é relatora, ‘está no caminho certo’.

“A operação comprova uma das linhas de investigação que nós estávamos tendo na CPMI. Isso é importante porque demonstra que nós estamos no caminho certo”, disse.

Leia mais: Procurador-geral pede suspensão do inquérito das fake news ao Supremo

Mais cedo, a PF cumpriu 29 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes. A ação mirou nomes de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) como o empresário Luciano Hang, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, a blogueira Sara Winter, entre outros.

Parlamentares como Carla Zambelli (PSL-SP), Bia Kicis (PSL-DF), Daniel Silveira (PSL-RJ), Junio Amaral (PSL-MG), Filipe Barros (PSL-PR), Gil Diniz (PSL-SP) e Luiz Phillipe Orleans e Bragança (PSL-SP) também são investigados, mas não há mandados de busca e apreensão contra eles, apenas intimação para depoimento. Os envolvidos negam as acusações.

Veja também: Senado vai votar lei para combater fake news, diz Alcolumbre

A relatora da CPMI das Fake News relata que acompanhou a ação da PF “com interesse” e aguarda “com solenidade” os próximos passos da investigação. “Se obtiverem sucesso, pode ajudar muito o nosso trabalho”, completou.

Últimas