R7 Planalto Falta de grandeza e deslealdade, diz ACM Neto sobre Rodrigo Maia

Falta de grandeza e deslealdade, diz ACM Neto sobre Rodrigo Maia

Presidente do Democratas divulga nota em que critica postura e afirmações dadas pelo ex-presidente da Câmara dos Deputados

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7 em São Paulo

Na imagem, deputado federal Rodrigo Maia (RJ)

Na imagem, deputado federal Rodrigo Maia (RJ)

Cleia Viana/Câmara dos Deputados - 01.02.2021

O presidente nacional do DEM (Democratas), Antonio Carlos Magalhães Neto, mais conhecido como ACM Neto, disse que o deputado Rodrigo Maia (RJ) “se encastelou no poder conquistado” e demonstra “surpreendente descontrole”. “A falta de grandeza e a deslealdade causam profundo estranhamento”, afirmou em nota divulgada nesta segunda-feira (8).

Em entrevista ao jornal ‘Valor Econômico’, Maia avaliou que demorou a perceber que fora traído por ACM Neto, que levou o partido à neutralidade na disputa pelo comando da Casa, o que favoreceu a vitória de Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e disse que vai deixar o partido para fazer oposição ao titular do Executivo. “Mesmo a gente tendo feito o movimento que interessava ao candidato dele no Senado, ele entregou a nossa cabeça numa bandeja para o Palácio do Planalto”, disse Maia.

Como resposta, ACM Neto divulgou uma nota em que critica a postura adotada pelo agora deputado federal, mas que não guarda rancor ou ódio de ninguém. “Nada mais distante da realidade do que a narrativa que ele vem tentando estabelecer. Não houve traição da Executiva do Democratas, nem adesão ao governo Bolsonaro. Infelizmente, Maia tenta transferir para a presidência do Democratas a responsabilidade pelos erros que ele próprio cometeu”, afirmou ACM Neto.

“Ao invés de escutar quem sempre esteve ao seu lado, e fazer com serenidade e honestidade o exercício da autocrítica, o deputado Rodrigo Maia se encastelou no poder conquistado e, agora, demonstra surpreendente descontrole. A falta de grandeza e a deslealdade causam profundo estranhamento”, acrescentou.

Para o presidente do DEM, a mais grave de todas as ‘falácias’ é “a de procurar jogar no colo do Democratas uma conta que não é nossa”. “Ganhar e perder é próprio da vida e da política e, no entanto, as atitudes de Rodrigo Maia lembram os tristes exemplos de políticos que se recusam a reconhecer derrotas e não querem se desapegar do poder”, disse.

ACM Neto diz torcer para que Maia reencontre equilíbrio e serenidade. “Ele foi um presidente da Câmara importante para o Brasil e dá pena vê-lo deixar, de forma tão lamentável, a posição de liderança que exerceu”, finalizou.

Últimas