Julgamento de Lula no TRF4
R7 Planalto Gilmar Mendes pode adiantar o voto devido a compromisso internacional

Gilmar Mendes pode adiantar o voto devido a compromisso internacional

Mendes veio ao julgamento do habeas corpus de Lula em meio a um seminário de Direito promovido pelo seu instituto em Lisboa

O ministro Gilmar Mendes

O ministro Gilmar Mendes

Divulgação/STF

O ministro Gilmar Mendes veio ao julgamento do habeas corpus de Lula em meio a um seminário de Direito promovido pelo seu instituto em Lisboa.

O ministro chegou nesta quarta-feira (4) e deve voltar a Lisboa ainda nesta quarta. Em função disso é possível que adiante o seu voto logo após o voto do relator Edson Fachin. Pela ordem, ele seria um dos últimos a votar, já que os votos começam pelo relator e terminam com a presidente, e entre estes acontecem pela ordem de antiguidade no tribunal. Os últimos ministros a integrar a corte, portanto, são os primeiros a votar.

Após o voto de Fachin, o próximo seria Alexandre de Moraes.

O julgamento do HC de Lula pode não terminar nesta quarta em função do tempo dos votos e podem ser interrompido se algum ministro pedir vista do processo.