Novo Coronavírus

R7 Planalto Governo Bolsonaro bancou vacina do Butantan, diz Flávio Bolsonaro

Governo Bolsonaro bancou vacina do Butantan, diz Flávio Bolsonaro

Coronavac, feita pela parceria entre Sinovac e instituto ligado ao Estado de SP, foi aprovada por unanimidade pela Anvisa

  • R7 Planalto | Plínio Aguiar, do R7

Na imagem, senador Flávio Bolsonaro

Na imagem, senador Flávio Bolsonaro

Pedro França/Agência Senado - 25.09.2019

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou, neste domingo (17), que o governo federal “bancou” a CoronaVac, vacina contra a covid-19 feita pela parceria entre os laboratórios Sinovac e Instituto Butantan, ligado ao Estado de São Paulo.

“Governo Bolsonaro bancou vacina do Butantan”, escreveu o senador em redes sociais. O Ministério da Saúde mostrou documentos que estudos da CoronaVac foram pagos com recursos do SUS (Sistema Único de Saúde).

A publicação do senador também inclui um vídeo de uma declaração do ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. "A gente ouve muita inverdade. Vou aproveitar sua pergunta e fazer um esclarecimento. O ministério da Saúde vem trabalhando junto com o Butantan para o desenvolvimento da vacina desde o início. Tudo o que vocês ouviram, de que nós estamos boicotando, tudo fake. Tudo fake", disse o titular da pasta.

"Você sabia que tudo que foi comprado pelo Butantan foi com recurso do SUS? Autorizado por mim. Então, é difícil a gente ficar ouvindo isso o tempo todo, e uma hora dá vontade de falar. E hoje estou falando. Então ouço calado o tempo todo a politização da vacina", acrescentou Pazuello.

O governador João Doria (PSDB) conseguiu capitalizar politicamente a sua aposta na CoronaVac, que teve uso emergencial aprovado, neste domingo (17), por unanimidade pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O imunizante contra a covid-19 tem sido alvo de disputa por parte do governo paulista e federal, que agora tenta capitanear com o início da imunização da população brasileira.

Últimas